1) Incrivel, um general de 4 estrelas, comandante do Exército do Sudeste fala em público 2) Hitler na capa da revista Time por três vezes 3) Gentlemen’s Agreement – um leitor pede que eu publique foto famosa dos russos no Reichstag 3) Nenhuma novidade: Ministro da Fazenda e Ex-presidente da Casa da Moeda são ladrões?

O leitor Oliveira me enviou a propósito de meu artigo, “Hitler biografado por um fazendeiro do interior do Maranhão” , o pequeno e educado comentário: :

Cláudio, as vezes me assusta essa sua paixão pelo Hitler.

Essa história da Time precisa ser explicada. Pesquisem por “Time Hitler Man of the Year”. Do jeito que foi colocada a informação, dá margem a interpretações completamente equivocadas.

Abraços

Provavelmente ele deve ter lido outros artigos no blog, aonde me recuso a ser submetido à camisa de força que o políticamente correto nos obriga quando se toca no nome maldito. São muitos os artigos, e mais baixo vou citar alguns, mas Oliveira estava se referindo a este último, do dia 12 de março/2012:

“Esta é de pasmar: Um brazuca faz uma biografia sobre Hitler ! O livro vem sendo anunciada o tempo todo na Folha de S.Paulo. A sinópse diz que o autor é um consagrado biógrafo de Aleijadinho, Santos Dumont e… Paulo Setúbal! Hilário!  É o cúmulo da pretensão e da fraude. Dezenas de biógrafos alemães têm se debruçado sobre o tema, publicando obras que consomem anos de pesquisa para tentar entender o maior fenômeno do século XX. Esses especialistas, altamente conceituados, têm discutido através de  conferências, jornais, televisão, e o povo alemão vai acompanhando os debates tentendo entender o seu pesadelo. Isto durante décadas, começando por volta de 1955. Pois agora vem um sujeito, provavelmente nascido no interior do Maranhão, ou em Manhuaçu-MG, e resolve também dar sua contribuição. O livro custa 28 pratas, portanto deve ter umas 10 páginas. Será que por acaso ele já pisou na Alemanha ? Para quem estiver interessado recomendo o extraordinário “Hitler” de Joaquim Fest, um dos melhores livros de toda a minha vida. Em tempo: Hitler foi considerado pela TIME o personagem mais importante do século XX. Fiquei encorajado a escrever a biografia do Elvis Presley, sem sair de casa.”

As fotos da revista Time não constavam do artigo e nem da minha resposta, mas resolvi colocá-las hoje com o propósito de mostrar o quanto Hitler era admirado ANTES de começar a guerra.

Peço que os leitores pensem no seguinte:  O Hitler que nos foi pintado parece alguma coisa extra-terrestre. É a maldade absoluta, um monstro que “não se sabe como UM POVO CULTO FEITO O ALEMÃO fez dele um ídolo” .  É justamente isto. O povo alemão não teria eleito o Tiririca como presidente da república, ou a Dilma, ou esse monstro que é a Ministra da Mulher.  A resposta para a chegada de Hitler ao poder é complexa, mas exclui completamente o homem diabólico, o perverso, o homem acafajestado. Esse, repito, o povo alemão não teria eleito. Então, ele não era assim, e a resposta para esse imenso enigma está resolvido em linhas gerais. Podemos continuar admirando o povo alemão. Ele foi enganado, mas não com esse primarismo que tentam nos empurrar. Por que Hitler se tornou tão popular e respeitado dentro e fora da Alemanha? Por que durante 7 longos anos foi o governante mais admirado em todo o mundo ? Para que possamos vê-lo dentro de uma perspectiva mais correta é que postei as fotos da revista Time. Para mostrar que ele era como qualquer desses que saem na revista todo dia. E reparem, ele foi capa 3 vezes, ou mais, não sei. Em uma delas, 1938, foi considerado o Homem do Ano (motivo de arrependimento da revista). Já pensaram nisso ? Hitler normalmente na capa da Time ? E não está caracterizado como um demente. São fotos normais. Vejam:

 

 

 

 

 

 

.

A minha resposta ao leitor:

Veja a página 33 da biografia “Hitler”, de Ian Kershaw : “…pode-se dizer que se tornou, entre 1933 e 1940, o chefe de Estado mais popular do mundo”  ( o livro tem 1.077 páginas) ” Quando Hitler foi apresentado como uma espécie de cópia invertida de Lenin ou Stalin, um lider cujo medo paranoico do terror bolchevista, do genocídio de classe motivou-o a perpetrar o genocídio de raça, as implicações eram claras. Hitler era cruel, sem dúvida, mas menos perverso que Stálin. Ele era a cópia, Stálin era o original” pg: 27 do mesmo livro

Eu não tenho nenhuma paixão por Hitler, meu caro. No caso de você realmente acompanhar o blog pode ter certeza disso. O que eu não posso admitir é que Stalin, Mao, Che, possam ser “discutidos” (Mao com toda a simpatia) e ele, que matou um número ínfimo de alemães seja o mass murder do século. Hitler quando  massacrou os judeus não achava que fosse gente sua, não os considerava “alemães”. Stalin , Mao, efetivamente mataram  três vezes mais – russos e chineses.. Também não aceito mentiras consagradas. Disse e repito: Entre 1933 e 1940 ele foi o chefe de Estado mais popular do mundo. Alguma vez já te contaram ?  Claro que não. Mas veja a IMPORTÂNCIA excepcional dessa afirmação. Transporte-se para os dias de hoje e pense em algum estadista que seja por 7 anos seguidos considerado o maior do mundo. Conseguiu imaginar? O que eu me recuso é fazer parte da boiada que acredita em tudo que o politicamente correto nos empurra. Então, Hitler não foi o pintor de paredes, o maluco, o cabo que tentou comandar uma guerra – isto é o que nos impingiram.

 

A propósito, no blog vc tem uma infinidade de artigos INTEIRAMENTE a favor de Israel e dos judeus. Ao mesmo tempo publico Hannah Arendt e procuro mostrar o drama psíquico que vivem os descendentes dos 6 milhões que foram mortos. Este é um blog sofisticado, para poucas pessoas. Você escreve bem, embora tenham sido poucas linhas. Presumo que esteja no grupo, e me espanto que não tenha entendido a questão. Com respeito ao que não é o mais importante, mas foi o ponto da sua intervenção, a Time: Eu morava na África do Sul quando a revista elegeu, ou tentou eleger, Hitler como a pessoa mais importante, ou mais influente do séc. XX. Citei de memória porque já fazem uns 13 anos. Depois do que vc disse fui ao Google. De qualquer forma é facil verificar que ele foi, no mínimo, candidato ao título do homem mais importante do século XX, o que causou protestos, e sendo vc honesto pode ver que minha citação não tem nada de errada. Está lá para quem quiser ver. E porque não, já que causou a morte de 50 milhões de pessoas por causa da guerra iniciada por ele ? Einstein, o outro candidato, foi importantíssimo, mas pensar que influenciou o século mais do que Hitler é ridículo. A tragédia ocasionada por este foi ainda maior  do que as mortes ocasionadas pelos comunistas, em número dez vezes superior às de Hitler, mas que não produziram a quase destruição da Europa e uma total mudança geopólítica do continente e parte do mundo.

OUTRA MATÉRIA

 

Não me perguntem o porquê, mas aí está a clássica e linda foto da tomada do Reichstag pelos russos, mas…leiam abaixo:

Img 27 01 2012 001 Gentlemens Agreement

As imagens não mentem?

Soviet flag on the Reichstag roof Khaldei Gentlemens Agreement
Todo mundo conhece a foto acima. Ela é um ícone da fotografia; marcou a história, buscando representar, em uma simples imagem, a tomada triunfal do Reichstag (o Parlamento alemão) em Berlim pelo Exército Vermelho. Apesar de toda o conteúdo propagandístico da foto, ela não vai deixar nunca de ser um clássico. O brilhante fotógrafo é Yevgeny Khaldei, (1917-1997), nascido exatamente no ano da revolução russa. Mas era ucraniano, de pais judeus. Ele foi perseguido politicamente durante toda a carreira por causa do anti-semitismo, até ser forçado a se aposentar do periódico soviético Pravda em 1970. Os créditos pela fotografia só lhe foram atribuídos em 1991, com o fim da URSS. Pouca gente sabe, mas a imagem acima é um grande teatro, além de ser totalmente editada. Acompanhe:
  • Uma bandeira havia sido hasteada no alto do edifício na noite da tomada do Reichstag (30 de abril de 1945). Sem iluminação adequada para todos os planos de uma foto, Khaldei não se atreveu a desperdiçar uma chapa na ocasião.
  • No dia seguinte (1 de maio), a bandeira foi roubada pelos últimos soldados nazistas ainda ativos, já que o comando alemão ainda não se havia rendido e combates nas ruas de Berlim continuariam por alguns dias para dar cabo de todos os fanáticos nazistas.
  • Finalmente, na manhã seguinte (2 de maio), o Estado alemão declarou a Rendição Incondicional. Khaldei pediu que dois soldados o acompanhassem ao alto do edifício. Não quaisquer soldados: ele queria um russo, a maior etnia do império soviético, e um georgiano, para agradar a Stalin, também ele nascido na Geórgia. Os soldados então encenaram o hasteamento da bandeira soviética para as lentes do fotógrafo.
  • A imagem foi posteriormente editada para remover indícios de saques e pilhagens cometidas pelos soldados (incluindo um relógio alemão no pulso de um deles).
  • A versões posteriores da foto ainda seriam adicionadas a fumaça visível nos céus e uma bandeira nova, que parecesse mais dramática em seu drapeado. Muitos outros retoques foram ainda feitos em todos os planos da foto.
Compare a primeira imagem com esta abaixo, uma das primeiras versões da brilhante peça do fotógrafo ucraniano. E nunca mais diga que “as imagens não mentem.” reichstag Gentlemens Agreement

A Roubalheira

Quer dizer que o ex-presidente da Casa da Moeda roubou 25 milhões de dólares que estão depositados no exterior. E os coitados dos brasileiros sonham e fazem fila nas lojas da Mega Sena – o vasto pano verde em que o País se transformou. E o Ministro da Fazenda Guido Mantega é suspeito de também haver metido a mão. Pela sua experiência, caro leitor, o que você acha ? O Ministro é inocente ? Eu acho que sim, até que se prove o contrário, QUÁ, QUÁ, QUÁ!

A JUSTIÇA DO PARÁ REJEITA DENÚNCIA CONTRA O MAJOR DA RESERVA SEBASTIÃO CURIÓ

Os procuradores da república querem de qualquer jeito burlar a Lei da Anistia. Buscam amparo em Direitos Humanos, em genocídio em Ruanda, no tribunal de Haia, no tribunal da Baixa-Eslobóvia, no tribunal de Manhuaçu, vale tudo. Cambada de oportunistas cretinos 

INCRIVEL, O COMANDANTE MILITAR (4 Estrelas-ativa) DA REGIÃO SUDESTE  ( Antigo Terceiro Exército),FALOU DURANTE UMA HORA E VINTE MINUTOS PARA 200 PESSOAS, EM UM CLUBE NA AVENIDA PAULISTA, EM SÃO PAULO. UÉ, MESMO ELE SENDO DA ATIVA E AINDA MAIS COM UM COMANDO DESSE TAMANHO PODE FALAR EM PÚBLICO?

A notícia no Estadão:

Convidado pelo Instituto Plínio Corrêa de Oliveira para falar sobre o papel e os desafios atuais do Exército, o comandante militar da Região Sudeste, general Adhemar da Costa Machado Filho, aceitou logo o convite. Na noite de quinta-feira, ele falou durante uma hora e vinte minutos para cerca de 200 pessoas, em um clube na Avenida Paulista, em São Paulo. O clima no auditório era de intensa expectativa. Por duas razões.

A primeira era o fato de o evento ter sido programado em meio às tensões entre o governo Dilma Rousseff e militares da reserva – por causa da Comissão da Verdade. A segunda estava na origem do convite: veio de uma instituição ultraconservadora, que disputa o título de legítima herdeira da Tradição, Família e Propriedade (TFP), uma das organizações civis que ajudaram na montagem do golpe militar de 1964. Na primeira fila encontravam-se o príncipe d. Bertrand de Orleans e Bragança, que postula o título de herdeiro da monarquia brasileira, e o empresário Adolpho Lindenberg, presidente do instituto.

O general de quatro estrelas não correspondeu ao clima de tensão. Bem-humorado e comunicativo, deu a entender que a agitação da reserva não tem a repercussão que se imagina nos quartéis. Os novos oficiais estão preocupados com a profissionalização. É mesmo? Quer dizer que não estão nem aí para a corrupção desbragada, o perigo de petização das Forças Armadas, e o escambau. Ótimo, senhor general bem-humorado e comunicativo. Prefiro acreditar que, igualzinho no passado, o senhor mostre que tudo está nos eixos quando fala para o público externo, e agite brabo quando fala para seus comandados

As queixas entre eles devem-se à lentidão na liberação de recursos para a modernização de seus equipamentos. “Somos o quinto país em extensão territorial e a sexta economia do mundo. Um país como esse precisa de Forças Armadas à altura da posição que ocupa”, disse Machado Filho. Continuo muito esperançoso em que o general comandante desse poderoso exército esteja fingindo.

Ao final, o mestre de cerimônias fez ao general, como se citasse um bilhete encaminhado da plateia, a seguinte observação: “O que mais tenho ouvido é elogio ao período militar, em comparação com a situação atual. Urge uma intervenção. Caso contrário seguiremos nessa senda nefasta em direção à ditadura da qual nos livramos em 1964.”

O general juntou as mãos e, após breve silêncio, respondeu: “Dias atrás me perguntaram: ‘General, quando os senhores voltam?’ Respondi: ‘Nunca mais. O Brasil mudou’.” É mesmo ? ! Mudou definitivamente ? É impossivel um retrocesso para uma ditadura petista ? O senhor jura ?

Em outro momento, ele falou sobre a vocação democrática do Exército: “Somos um instrumento do Estado brasileiro a serviço do governo eleito democraticamente”. Desejo do fundo do coração que o senhor esteja mentindo para o bem da pátria.

A escolha dos políticos, segundo Machado Filho, é atribuição da sociedade. Mesmo quando escolhem o Jango ?

Não falou diretamente sobre Comissão da Verdade, mas não a esqueceu: “Nós olhamos para o futuro. Não olhamos pelo espelho retrovisor”. É mesmo? E se o futuro impuser uma Comissão da Verdade que desmoralize as Forças Armadas, o que é que o senhor (Excelência) e o Alto Comando pensam fazer ? Nada ? Nadinha? V.Excelência está fingindo ou é assim mesmo ?

 

 

17 março, 2012 às 02:08

Tags:

Categoria: Artigos

Comentários (6)

 

  1. Tito disse:

    Infelizmente,esse é o verdadeiro retrato dos atuais chefes militares. Quando ele cair na compulsória, vai falar mudar o discurso.
    Como diria o professor Raimundo:
    – E o salário, oh!

    • claudiomafra disse:

      Acho que o salário é baixo para um cargo tão importante. O problema é falta de garra. obrigado pelo comentário.

    • Papa Jojoy disse:

      Não se engane, caro Tito. O General se mostra tranquilo porque sabe que contra chumbo não há argumento, não há direito, não há nada. E as ratazanas serão empurradas de volta para o buraco. Quem viver, verá…

  2. Tito disse:

    Claudio,
    Só se garra for sinônimo de vergonha.
    Não há de quê.

  3. Bla Rodrigues disse:

    Prezado Claudio,
    Com relação à notícia do general na TFP, vale a pena escutar este áudio a partir de 50min 30s: http://www.blogtalkradio.com/olavo/2012/03/21/true-outspeak-1

    Faz muito sentido, sobretudo para nós que conhecemos o jogo sujo das esquerdas.
    Um abraço e parabéns pelo blog!
    Blá

    • claudiomafra disse:

      Muito obrigado pela força, e com respeito ao Olavo, eu sempre disse no blog, desde o início, que aquele que acredita em jornal é doido. Em inúmeros artigos mostrei manchetes mentirosas, que nada têm a ver com o texto, por exemplo.

      Acho que o Olavo obrigatoriamente deveria ter feito uma referência à FOX NEWS. Achei estranho, porque embora quase toda a mídia americana (e mundial) seja de esquerda, existe essa notavel exceção que é a FOX. Cheios de garra, no maior entusiasmo, vão tentando mostrar exatamente o que o ele denuncia no áudio. De vez em quando chego a ficar com pena, tais as dificuldades em apresentar a verdade. Também já disse no blog que aquele que não assiste à FOX NEWS não sabe de nada.

      Por último uma experiência pessoal muito recente: Estive no Líbano, Síria e Iran, em novembro- dezembro do ano passado. É uma história longa mas , veja, eu era, presumo, o único reporter em todo mundo a estar em território sírio. Fui em lugares aonde os rebeldes atuavam, mas acontece que Damasco permanecia calma, naquela de fatalidade, o que tem que acontecer que aconteça. A vida continuava com todas as diversões, cafés cheios de gente, pouquíssimos soldados nas ruas. (claro que eu tomava precauções quanto à minha segurança) Bem, enquanto isso a televisão em todo mundo uivava em torno de 7.500 mortes, uma mentira do tamanho de um bonde – naqueles dias. O furo, que passei para o jornal era justamente que a capital estava levando uma vida normalíssima, ao contrário do que se poderia esperar, e do que as tvs em todo o planeta diziam. Bem, isso foi desprezado. Na edição perdeu-se esse dado fundamental. Acompanhou-se o que as TVs apresentavam – (não interessa se a causa seja justa).Deixei a Síria por volta de 10 de dezembro, e até o mes passado, o número de mortos, não cresceu! Embora todos os dias anunciassem, 30, 100, sei lá quantas baixas, o número permanecia o mesmo: 7.500! Hoje sim, PARECE, que a rebelião alcançou Damasco, mas ainda tenho as minha dúvidas. Você já reparou que os vídeos sobre os combates são sempre os mesmos ? Eu até já decorei os prédios que vão aparecer. E o numero de mortos finalmente está maior: 12 mil, 20 mil, 30 mil ? Qualquer coisa serve. Eu gostaria que o Assad se mandasse rapidinho, mas em primeiro lugar a verdade. abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *