A Presidência Vazia (Charles Krauthammer) ; O caráter dos brasileiros ; Tópicos ; Charges

Img_30072014001

 

Os Republicanos (o elefante) sérios e “responsáveis” na oposição a Obama, e uma vibrante Sarah Palin pedindo com toda a alegria e entusiasmo o seu  impeachment. Lembram-se do Fernando Henrique quando foi descoberto o Mensalão ? Não queria chutar o Lula da presidência com medo de ser acusado de golpista ! A charge guarda alguma semelhança. O desenho é sensacional.

 

 

A presidência vazia ( Charles Krauthammer) 

nota do blog Krauthammer, além de jornalista premiado com o Pulitzer, é psiquiatra também.

 

A conduta do presidente está preocupando muita gente. Da crise da imigração na fronteira mexicana ao crescimento do Estado Islâmico na Mesopotâmia, Barack Obama parece estar totalmente desligado. Quando ele interrompe seus infindáveis jogos de golfe, encontros para levantar fundos  e sessões para fotos, certamente é para alguma declaração pública fria, mecânica, quase forçada. Com relação à Ucrânia, seu desinteresse – a voz rotineira e impassível –  beira à dissociação. Sua embaixadora na ONU, Samantha Power, denuncia de forma inflamada a Rússia. Obama aconselha que  não “devemos passar à frente dos fatos”, como se os fatos nesse caso – os representantes de Vladimir Putin atirando e derrubando um avião civil – fossem duvidosos.

 

A explanação preferida para o desinteresse do presidente é psicológica. Ele está acabado. Desistindo. Desiludido e desapontado com o mundo, ele está em retirada.

 

Pode ser. Mas eu proporia uma teoria alternativa que dá a ele mais crédito: a passividade de Obama decorre de uma ideia. Quando Obama diz que Putin se colocou do lado errado da história com relação à Ucrânia, ele realmente acredita nisso. Ele desdenha a realpolitik* porque ele acredita que, no final, tais noções primitivas do século 19  como conquistas são frustrantes. A história assegurará  a derrota delas.

 

*Termo germânico  de 1914-15, significa realismo político ou políticas práticas, principalmente aquelas políticas baseadas no poder em lugar dos ideais. 

 

“O arco do universo moral é extenso, mas ele se inclina na direção da justiça”,  é um dos ditos favoritos de Obama. Enfim, injustiça e agressão não compensam. Os soviéticos viram o seu império do século 20 se dissolver. Mais recentemente, os ganhos dos Estados Unidos no Iraque e Afeganistão foram, no devido tempo, liquidados.  Ozymandias** está enterrado para sempre e esquecido nas areias do deserto.

 

** Nome alternativo para o faraó egípcio Ramsés II na Antiguidade.

 

Vocês se lembram quando no começo da crise na Ucrânia, Obama tentou construir para Putin “uma via de saída” para a  questão da Crimeia?  Por mais absurda que essa ideia fosse, eu acho que Obama foi sincero. Ele realmente imaginava que ele estaria salvando Putin dele mesmo, que a Crimeia só poderia redundar em prejuízo para a Rússia, a longo prazo.

 

Se vocês realmente acreditam nisso, então não há necessidade de oposições potencialmente arriscadas e enérgicas por parte dos Estados Unidos. O que explica tudo, desde as sanções provocantes de Obama; a sua falha em reunir uma Europa medrosa; sua recusa em suprir a Ucrânia com as armas que vinham sendo pedidas.

 

A derrubada de um avião civil pareceu validar a passividade de Obama. “Violência e conflito inevitavelmente levam a consequências imprevisíveis”, explicou Obama. Veja. Se você brincar com fogo, ele vai queimar a sua cara. Bem como eu avisei. Agora a opinião mundial vai se virar contra Putin.

 

A isso acrescento: E daí? A opinião mundial, por ela mesma, é inútil: maleável, efêmera  e, a menos que mobilizada por uma liderança, sem nenhum poder. A história não age de forma autônoma. Ela necessita de uma intervenção.

 

A primeira ministra da Alemanha,  Angela Merkel, ainda não quer pôr em perigo o comércio com a Rússia. O presidente da França, François Hollande vai prosseguir com a entrega de um porta-helicópteros da classe Mistral para a Rússia.  E Obama fala de futuros “custos” se a Rússia persistir – que soa como um ‘disco quebrado’ desde a crise da Crimeia, e sem nenhuma credibilidade.

 

Ou Obama pensou que Putin ficaria com vergonha, arrependido e constrangido pelo sangue de 298 inocentes? Pelo contrário. A resposta de Putin tem sido de provocação: negando tudo e desencadeando uma campanha maciça de mentiras, invenções e teorias conspiratórias culpando a Ucrânia e os Estados Unidos.

 

Putin não dá a mínima para a opinião mundial. Ele se preocupa é com a opinião dos russos, que aumentou para mais de 80% de aprovação desde a crise da Crimeia. Na verdade, ele está sendo encorajado. Na quarta-feira, seus representantes na Ucrânia derrubaram mais dois jatos – uma banana para o mundo e uma declaração de que a sua campanha continua.

 

Um verdadeiro presidente dos Estados Unidos daria a Kiev as armas de que eles precisam, imporia sanções setoriais devastadoras a Moscou, reinstalaria nosso sistema de defesa antimísseis na Europa Central e um discurso ‘a la Reagan’ explicando porque.

 

Obama não tem feito nada disso. Por que ele deveria? Ele está do lado certo da história.

 

É claro, a longo prazo nada dura. Mas a história é vivida no ‘aqui e agora’. Os soviéticos só se sustentaram durante setenta anos, Hitler meramente vinte. Mas foi o suficiente para matar milhões e chover ruína em continentes inteiros. Bashar Assad, também, vai desaparecer um dia. Mas não antes de ter matado no mínimo 100.000 pessoas.

 

Toda dominação tem que acabar. Porém, após quanta devastação? E se você deixar para que as forças da história rejeitem a agressão e  compensem  a injustiça, qual é, antes de tudo,  o sentido da política, da liderança? O mundo está em chamas e nosso líder está na 14º área do campo de golfe. O arco da história pode sem dúvida se inclinar para o lado da justiça, Sr. Presidente. Mas, como o senhor mesmo diz, o arco é extenso. O trabalho de um líder é diminui-lo, intervir em nome da “feroz urgência do agora”. Senão, por que precisaríamos de um presidente?  Então, por que o senhor quis se tornar nosso presidente?

 

TRADUÇÃO: Célia Savietto Barbosa

 

 

 

 

Political Cartoons by Gary Varvel

 

 

 

 

 

 

 

Political Cartoons by Bob Gorrell

 

 

 

 

 

Political Cartoons by Steve Breen

 

 

 

 

Political Cartoons by Michael Ramirez

O Hamas usa crianças como escudo. Obama também faz o mesmo, usando as crianças que invadem a fronteira para tentar promover a anistia geral aos imigrantes ilegais, conseguindo assim milhões de votos para os Democratas se eternizarem no poder.

 

 

 

Recebi pela internet:

 

EJEMPLO A SEGUIR

 

FELICITACIONES A NORUEGA!!!

 

SI NO HAY IGLESIAS EN ARABIA SAUDITA, NO HAY MEZQUITAS EN EUROPA.

 

Reciprocidad

 

 

 

 

Noruega ha prohibido a Arabia Saudita financiar mezquitas mientras no permitan construir iglesias en su país.

El Gobierno noruego ha dado un paso importante a la hora de defender la libertad en Europa frente al totalitarismo islámico.

Jonas Gahr Stor, ministro de Asuntos Exteriores, ha afirmado que se rechazarán las donaciones millonarias de Arabia Saudita y varios  empresarios musulmanes para financiar la construcción de mezquitas en Noruega.

Según a dicho el ministro, las comunidades religiosas tienen derecho a recibir ayuda financiera, pero el gobierno noruego, excepcionalmente y por razones lógicas, no apoya la financiación islámica con cientos de millones de euros.

Jonas Gahr Stor apunta que “sería una paradoja, y antinatural aceptar las fuentes de financiación de un país donde no hay libertad religiosa”.

El ministro también afirma que “la aceptación de ese dinero sería un contrasentido”, recordando la prohibición que existe en el país árabe para la construcción de iglesias de otras religiones.

Jonas Gahr Stor también anuncia que “Noruega llevará el asunto ante el Consejo de Europa” donde defenderá esta decisión basada en la más estricta reciprocidad con Arabia Saudita.

POR CIERTO; ESTA NOTICIA CASI HA PASADO DESAPERCIBIDA EN ESPAÑA DONDE, ANTE EL TEMOR DE REPRESALIAS, LOS MEDIOS DE COMUNICACIÓN… PREFIEREN CALLARSE… !!!

 

 

 

nota do blog:  E por falar nisto, sempre que as coisa não andam bem para o lado delas, é nojento ver as gordéssimas muçulmanas berrando, fazendo aquele escândalo todo, agitando as mãos feito loucas, e clamando por Alah. Aliás, é nojento ver TODOS os muçulmanos fazendo a mesma coisa. Compostura não existe por aquelas bandas. Imaginem as alemãs, quando americanos e inglêses bombardearam suas cidades sem discriminar alvos, não deixando pedra sobre pedra em suas casas. E depois os russos estuprando 2.500 milhões delas. Nem pensar que saíssem nas ruas dando espetáculo.

 

O que eu li de mais inteligente sobre a luta em Gaza:     “…….lançar um Plano Marshall para modernizar a infraestrutura e melhorar as condições sociais em Gaza. O preço que o Hamas teria de pagar é o completo desarmamento sob supervisão internacional”

 

E celebridades de Hollywood, idiotas úteis nas horas vagas, lançaram manifesto a favor dos palestinos e contra Israel. A burrice esquerdista domina o mundo, principalmente nas artes.   

 

 

 

 

Political Cartoons by Glenn Foden

 

 

 

 

 

Political Cartoons by Eric Allie

 

 

 

 

 

 

Political Cartoons by Bob Gorrell

A CNN, por exemplo,  finge fazer jornalismo mas é grosseiramente contra Israel

 

 

 

Political Cartoons by Gary Varvel

 

 

 

 

 

 

 

Political Cartoons by Steve Breen

 

 

 

 

 

Political Cartoons by Gary McCoy

 

 

 

 

 

Political Cartoons by Gary Varvel

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Political Cartoons by Steve Breen

 

 

 

 

 

 

O CHARLATÃO BRAZUCA E A DEBILOIDE LIBERAL AMERICANA:

 

 

 

 

Reinaldo Azevedo, o Supremo Tribunal Federal, e a ditadura petista que se aproxima:

“Já escrevi aqui e lembro outra vez. No próximo mandato presidencial, serão nomeados cinco ministros: no ano que vem, o substituto de Celso de Mello (caso ele não se aposente antes); em 2016, o de Marco Aurélio, e, em 2018, os de Ricardo Lewandowski, Teori Zavascki e Rosa Weber.”  nota do blog É fácil imaginar a impossibilidade de vencer o PT nas urnas sendo a Lei manipulada a seu favor sempre que necessário. Para ficarmos livres dessa cafajestada só fazendo uma revolução, o que parece estar além do impossivel. Portanto, nos ferramos se confirmada a derrota de Aécio.

 E Dilma ameaça o Banco Santander simplesmente porque este expressou para alguns de seus clientes vips sua opinião a respeito das dificuldades na economia com sua possível reeleição. Porém,  “A Constituição no seu artigo quinto assegura a liberdade de expressão e no artigo trinta e sete exige da administração pública o cumprimento da legalidade, da impessoalidade e, da transparência.”  Constituição? E daí ?

 

 

Enviei para um amigo:

 

Meu caro, eu estou tendo um insight que me leva a achar que os petistas são ótimos representantes da alma do nosso povo. Acho que os brasileiros não adquirem caráter na medida em que vão se civilizando, ou na medida em que o país vai progredindo. Pelo contrário, houve um retrocesso em nosso comportamento. Vamos continuar sendo um povinho ordinário por muito tempo. 

 

 

Assistindo TV eu vi o cortejo de carros que levava para o cemitério os mortos holandeses do avião derrubado na Ucrânia. Eles passavam devagar na auto-estrada, e acontece que do outro lado, nas pistas contrárias, os carros paravam em sinal de respeito. Mas o que mais me impressionou foi quando o primeiro dos veículos da polícia do séquito também parou quando algumas flores ficaram na sua frente, jogadas por alguém que não chegamos a ver. Decerto elas já estavam lá há algum tempo, eram poucas, mas o chofer desceu e as recolheu. Não queria passar em cima das rosas, o que seria uma brutalidade, um tipo de sentimento que normalmente nos escapa.

 

Viemos disfarçando a nossa rudeza, a nossa, digamos, ausência completa de pedigree, desde a República Velha, depois nos sentimos desmoralizados, tivemos consciência da nossa fragilidade moral quando vimos quem Getúlio era de fato. Neste ponto acho que nossa auto-crítica chegou na medida correta porque era saudável e poderia ter nos ajudado.

 

O governo Juscelino, alegre e desenvolvimentista nos manteve no rumo certo, mas com Jango e o golpe fomos descendo. A corrupção, que pulou espetacularmente de patamar no começo da década de 80, foi o início do fim. Hoje estamos completamente degradados. O tal orgulho de ser brasileiro mostra muito mais ignorância do que um sentimento, ou uma esperança. O país é uma porcaria, uma cloaca, e o que temos pela frente é o PT ou, figuras como FH, Serra, Aécio. 

 

Claro que não somos só nós, quase todo hemisfério sul não presta, seus povos são também infelizes e desmoralizados, com as exceções de praxe: Austrália, Nova Zelândia, Falklands, e uma ou outra ilhota. A África do Sul e a Namíbia, que eram ótimas, estão descendo a ladeira -embora surpreendentemente devagar.

 

No Brasil a corrupção é aceita com imensa naturalidade. As manchetes diárias, que ocupam metade do espaço dos jornais, denunciando isto ou aquilo são apenas falta de assunto – ninguém se importa.  Isto é o que mais nos diferencia. É muito pior do que nos países africanos. O privilégio do roubo na África é de uns poucos, já que os números (o dinheiro) é curto, e isto protege moralmente os que não podem roubar. Com o PT sem dúvida chegamos ao ápice,  mas o que seria um escândalo, está, como deveria ser, perfeitamente absorvido pelo povo. A razão é que os números brasileiros são gigantescos, milhares têm acesso ao roubo e aqueles que não estão em posição de se locupletarem têm a esperança de um dia chegar lá. Estou me referindo, é claro, aos da classe média para cima. Já o povão pode roubar, trapacear, nas pequenas coisas do dia a dia. E já que a desmoralização é geral, isto se reflete também nos compromissos que não são cumpridos, nos telefonemas que não são respondidos, em suma, na mais completa falta de educação.  O PT apenas alavancou a falta de caráter do brasileiro, o terreno era fértil.     

 

Political Cartoons by Gary Varvel

 

p

30 julho, 2014 às 02:31

Tags:

Categoria: Artigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *