Algumas poucas palavras sobre a morte de Osama

Nada se compara ao poder militar americano. Um punhado de homens de elite da Marinha entra em um compound fortificado, mata Osama, e retorna ao porta-aviões Carl Vince sem nenhuma baixa.

O Paquistão é o país mais perigoso do mundo. A fortaleza de 1 milhão de dólares de Osama estava pertinho de um quartel paquistanês. Como é possivel ? E todo esse tempo os governantes jurando que ele não se encontrava em seu território, que seu esconderijo seria na fronteira com o Afeganistão, lugar de acesso dificílimo. E afinal o homem estava distante 50 quilometros da capital, Islamabad! E de que maneira deve estar sendo feita a segurança das bombas atômicas, dos segredos nucleares que o Paquistão guarda ? De uma hora para a outra os terroristas tornam-se nucleares, e então teremos saudades imensas dos tempos atuais. Sim,  o país é inteiramente islâmico, a única barreira para que não seja um estado religioso AINDA está na posição dos militares, que é algo parecido com a Turquia.  Por isso os Estados Unidos apoiavam o ditador, general Pervez Musharraf. Tinham toda a razão, apesar da gritaria dos Liberais.

E o grupo Hamas, o queridinho do Jimmy Carter, já proclamou Osama ” um heroi sagrado dos árabes”. É dessa maneira que esses caras pretendem fazer a paz com Israel.    

E Obama faz um discurso de durão. Quem é molenga precisa disso. Se fosse durante o governo Bush provavelmente o presidente teria sido muito mais ameno em seu pronunciamento. É provavel que lamentasse não poder trazer Osama vivo para ser julgado. Bush não precisa provar nada, essa é a diferença.  E Obama teve a coragem, a cara de pau, de dizer que descobrir Osama era a prioridade número um da CIA, das agências secretas. Deu a entender que foi a partir de seu governo que o homem passou a ser procurado de fato. Ora, desde o ataque às torres que pegar Osama sempre foi a prioridade dos dois mandatos de Bush, todo o mundo sabe. Melhor contar outra história: Clinton não matou o bandido, não mandou um foguetaço sabendo exatamente aonde ele estava, porque junto se encontrava um principe saudita. Isso é covardia, isso é crime.  

E é muito provavel que tudo aquilo que os Democratas, os Liberais condenam tenha sido feito durante essa operação dos Seals. Devem ter entrado no Pasquistão sem pedir licença, devem ter matado todo mundo sem dar uma oportunidade de defesa, em suma, devem ter infringido umas 20 leis de direitos humanos e de direito internacional. Quem garante que no fogo cruzado não mataram crianças ?  É certo, por exemplo, que só avisaram o presidente do Paquistão depois do fato consumado. Fizeram muito bem. Quem garante que ele não sairia correndo para avisar Osama ?

E é muito Democrata, muito Liberal, essa coisa de executar todos os ritos muçulmanos antes de jogar o corpo do bandido no mar. Por que ? Para ganhar o afeto dos muçumanos ao redor do mundo. Ganhar seu respeito. “Estão vendo, até que o grande Satã faz algumas coisas boas”. Que ilusão. Nesse momento os Estados Unidos devem estar sendo mais odiados do que nunca.

E parabéns para os Seals, a elite da elite. Os nomes dos que participaram da operação nunca serão revelados. Mas que orgulho devem sentir esses homens! O completo anonimato depois de um fato transcendental.

2 maio, 2011 às 13:20

Tags:

Categoria: Artigos

Comentários (6)

 

  1. Ari disse:

    “Obama faz um discurso de durão. Quem é molenga precisa disso”

    e como!

    não sei se as pessoas percebem… mas ele se preocupa tanto na fala, dando entonação em
    alguns momentos, fazendo “paradinhas” estratégicas de silêncio.. enfim.

    Qualquer pessoa minimamente inteligente percebe a artificialidade com que ele diz as coisas.
    Vivemos realmente uma época de trevas, afinal, como um sujeitinho de merda como esse acabou
    se tornando presidente dos EUA?

  2. Jonas disse:

    Não adianta especular “ah, se fosse o Bush…”. O fato é que o governo Bush teve 8 anos e trilhões de dólares para pegar o terrorista, mas não foi capaz disso. Pior, deixou uma terrível crise financeira para seu sucessor. O governo Obama eliminou Bin Laden, recupera a economia e está se saindo melhor que a esperado. Falta agora acertar agora a questão no oriente médio promovendo a democracia na região e criando o estado palestino.
    PS: Será o Obama um agente da Al Qaeda, afinal tem gente que acha que ele não é nem americano…rs

    • Claudio Mafra disse:

      Bem, eu imagino que Bush construiu toda a estrutura para a caça ao bandido, depois de Clinton haver desarmado a CIA e o FBI. Longe de mim querer provoca-lo, mas se existe um culpado pelo 11/9 ( se existir, veja bem) foi mesmo esse famoso garanhão- e maior mentiroso da história universal. Além de colocar as agencias inoperantes ainda se recusou a dar a ordem para matar Osama, que é um fato, é história. abraço

  3. Antonio Octavio Cintra disse:

    “E parabéns para os Seals, a elite da elite. Os nomes dos que participaram da operação nunca serão revelados. Mas que orgulho devem sentir esses homens! O completo anonimato depois de um fato transcendental.”
    Bom, essa afirmação me remete para os tempos de W. Bush, que, numa canalhice sem igual, deixou revelar a identidade de uma agente da CIA, com atuação no Iraque, porque o marido, ex-embaixador, desmentiu estar o governo do Niger enviando material atômico ao Iraque de Saddam… Fossem tempos bushistas, e um membro do Seals tivesse ligações com os democratas, que se acautelasse…

  4. claudiomafra disse:

    Bem, caríssimo, você acreditou na versão Democrata, e eu confesso que não me dediquei às minúcias do episódio. Duvido que tenha se passado da maneira que você imagina. Mas, todos os meios de comunicação estão em mãos liberais-democratas, e vai prevalecer o que eles quiserem. Sempre foi assim. abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *