Artigo de Ann Coulter sobre Mitt Romney e seu posicionamento na questão da imigração ilegal

Romney está fazendo o trabalho que o ‘establishment’republicano simplesmente não fará.

A atual instituição republicana – consultores políticos, o Wall Street Journal, a corporação Americana, ex-conselheiros de Bush e os eruditos da televisão –estão estimulando Mitt Romney a inverter a sua posição bastante anti-establishment em relação à imigração ilegal.
Como governador de Massachusetts e como candidato presidencial, Romney tem apoiado a colocação do muro na fronteira, o E-Verify* para assegurar-se de que os empregados estão em condições legais e permitir que a polícia prenda os estrangeiros ilegais. Ele é o raro republicano que reconhece que despesas de residentes no país, licença de motorista e anistia são imãs para mais imigração ilegal.

* E-Verify: base de dados que verifica informações de um empregado verificando se ele é ou não aceitável para trabalhar nos Estados Unidos.

Essas posições estão totalmente em desacordo com o establishment republicano que favorece o lobby dos negócios apoiando o trabalho barato proporcionado pela imigração ilegal, e acusa de racismo os americanos que se opõem a uma classe de trabalho escravo na America. Se isso continuar, a America se tornara a Califórnia e nenhum republicano jamais será eleito presidente de novo. Os grandes negócios não se importam e os republicanos são muito estúpidos para perceber.

Se você não esta certo de como se sente sobre imigração ilegal, pergunte a você mesmo: “Tenho uma baba, uma empregada, um limpador de piscinas, uma cozinheira ou um negócio que requer muita mão de obra barata e que o resto da America terá que subsidiar com serviços sociais para compensar pelos salários que eu estou pagando?”  Aperte “1” para responder em inglês.

Se a resposta é “não”, a imigração ilegal é um mau negócio para você. Mão de obra barata é barata somente para o empregador.

Hoje, 70% dos lares de imigrantes ilegais têm benefícios do governo – como também 57% de todas as famílias imigrantes – comparados com 39% dos lares nativos.

As famílias de imigrantes com a maior taxa de assistência do governo são da República Dominicana (82%), México e Guatemala (empatados em 75%), com base nos últimos dados disponíveis de 2009. Domésticos imigrantes que provavelmente estão em algum programa de assistência social são do Reino Unido (7%).

Os imigrantes britânicos não estão colhendo os tomates que Karl Rove não quer que seu filho colha. (Assim é como ele justificou a proposta de anistia de Bush).

Você pode ou pagar um pouco mais pelos tomates colhidos por americanos ou pagar muito mais pela assistência social para os imigrantes ilegais que vão colhê-los, bem como para as gerações de seus descendentes.

Sim, muitos imigrantes ilegais trabalham duramente, mas não é nossa responsabilidade se seus empregadores não lhes pagam um salário condigno. Isso é conhecido como uma “externalidade”*, da qual ouvimos muito sobre no caso de gananciosos negócios poluindo a terra, mas não quando ele é um negócio ganancioso fazendo com que sustentemos seus empregados mal pagos.

*Externalidades: atividades que envolvem a imposição involuntária de custos ou de benefícios, i.e., que têm efeitos positivos ou negativos sobre terceiros.

Romney é um dos poucos americanos que reconhece que não há necessidade de capturar estrangeiros ilegais (no jargão dos que apóiam a anistia) para fazê-los voltar para casa. Estrangeiros ilegais irão embora da mesma forma que chegaram. Eles decidiram cruzar a fronteira atrás de trabalho – e, aparentemente, assistência social — e eles cruzarão de volta a fronteira logo que o trabalho e a assistência social minguarem.
Obama tem um plano similar, mas em vez de usar o E-Verify para fazer com que os estrangeiros ilegais não tomem os empregos dos americanos, ele fez isso destruindo todo o mercado de trabalho. Hmmmm, a Cidade Juarez assolada pela guerra às drogas, ou a America de Obama … Fico com Juarez! Com o incremento da economia que o presidente Romney vai produzir, vamos precisar de uma cerca realmente alta.
Não precisou de um administrador do governo “capturando” estrangeiros e colocando-os em ônibus para ter 20 milhões de estrangeiros ilegais aqui, e não vai ser necessário um programa de governo capturando-os para levá-los para casa.

Enquanto os pontos de vista de Romney sobre imigração são fantasticamente populares entre os americanos, eles são extremamente impopulares para o establishment republicano bajulando interesses empresariais — Bush, Rove, Mccain, Huckabee, Perry, Gingrich, Giuliani, Krauthammer, Kristol, Gillespie, etc, etc. (Talvez,  seja o establishment que está chamando Romney “Establishment”).

Então, agora as elites estão demandando que Romney“modere” sua posição sobre a imigração. Para justificar os subsalários de suas empregadas, elas declaram que apoio para a imigração ilegal é crucial para a vitória! Obama está à frente entre os hispânicos! Como vocês vão ter o voto dos hispânicos? Vocês tiveram que ter Marco Rubio como vice-presidente! E poderia alguém lembrar a Esperanza de pegar o pequeno Chauncey na casa de seu amiguinho às quatro horas da manhã?

A verdade é que, uma forte postura em relação à imigração ilegal só pode ajudar Romney, não somente com a vasta maioria dos americanos, mas com qualquer votante latino que possivelmente poderia nunca considerar votar no candidato republicano em primeiro lugar.

Como Romney disse em um dos debates iniciais, os republicanos apelam aos latinos“dizendo a eles o que eles têm em seus corações, ou seja, que eles ou seus ancestrais não vieram aqui por um prospecto. Se eles tivessem vindo para cá por um anuncio, eles votariam nos democratas. Eles vieram aqui pelas oportunidades e pela liberdade. E é isto que nos representamos”.

Romney aniquilou o candidato pró-anistia Newt Gingrich na primária na Flórida, ganhando a grande maioria da substancial população hispânica daquele estado. E Gingrich prometeu aos hispânicos suas próprias bases na Lua!
Antes da primária, Gingrich salientou seu apoio a anistia, enquanto acusava Romney de querer “arrebanhar“vovós estrangeiras ilegais. A única coisa que cada votante na primária da Flórida sabia era que Romney disse que ele vetaria o Dream Act* dando cidadania a crianças estrangeiras ilegais.

* DREAM Act (Development, Relief, and Education for Alien Minors): proposta que dá residência permanente a certos imigrantes ilegais de bom caráter, que imigraram como menores, fizeram aqui o segundo grau e há cinco anos morando no país.

E então, Romney ganhou a primaria com maior percentagem de votos hispânicos do que na Flórida no total. Romney derrotou Gingrich em todo o estado, por 46% a 32%. Mas entre os eleitores latinos, Romney derrotou Gingrich por 54% a 29%.

Isso não é só na Florida. Em 2006, os hispânicos do Arizona apoiaram quarto proposições anti-imigração ilegal por 40% a 50% — o que é muito mais do que o que foi votado nos candidatos presidenciais republicanos pró-anistia John MacCain ou George W. Bush.
Entre as proposições apoiadas pelos hispânicos em maiores números do que eles tipicamente votam em republicanos, havia uma que fazia do inglês a língua oficial do Arizona (49%). Como governador de Massachusetts, Romney investiu em programas de imersão em inglês. Este é o meu tipo de ‘hispandering’!*

*Verbo to hispander: adular/agradar aos hispânicos.

Estes são os nossos latinos — aqueles, que Romney disse que vieram aqui pelas oportunidades e liberdade. Qualquer instigador de raças, cobrador de assistência social, demagogo da identidade étnica, está votando nos democratas.

ANN COULTER

27 abril, 2012 às 19:35

Tags:

Categoria: Artigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *