Chavez pode ir embora, Lula jamais

Img_05032013001
 histórica foto de “Pepe Caliente”, condenado ao paredón logo no início da ditadura cubana (prêmio Pulitzer de fotografia de 1960)
Img_05032013002

O artigo abaixo foi escrito poucas horas antes da morte de Chavez ser anunciada.

 

Dois anos atrás ( 15/07/2011), o blog publicou que Chavez havia decidido se suicidar :Quer dizer que Chavez acredita que existe medicina em Cuba e entrou nessa fria de se operar de câncer no campo de concentração ? Mas logo de câncer ? Os carinhas de lá somente sabem aplicar vacina contra febre amarela ! Como é que um país miserável, que não tem o que comer pode ter medicina, um negócio de ponta, coisa de país desenvolvido ?  Incrível como até os cínicos, os mentirosos, os desqualificados esquerdistas enganam a si mesmos. Exatamente como os nossos amigos inteligentes, Chavez comprou a mentira universal da medicina cubana.

 

Na época me pareceu bastante óbvio que o bufão estava condenado. Bem, acho que a esta altura ele já deve ter visprado, ou está quase lá, e vamos assistir uma pantomina no seu enterro, berros desesperados, prantos convulsivos, juras de que a revolução segue em frente, e tudo de ridículo que já podemos imaginar. Se ele escapar não posso esconder que vou ficar bastante decepcionado.

 

Infelizmente Chavez não é insubstituível. O seu sucessor vai ser garantido pelas Forças Armadas venezuelanas, pelo simples fato de que se tornaram bolivarianas. O “falecido” coronel não perdeu tempo, foi esperto, e converteu os seus colegas de armas. Desta forma a Venezuela provavelmente continuará trilhando o caminho do socialismo.

 

Bem, parece que por aqui, o PT jogou fora 10 anos de poder e até agora não coaptou as nossas Forças Armadas. Assim espero. Sobre o assunto escrevi exaustivamente. Vendo a situação de Chavez,  por analogia resolvi pensar no destino do Partido dos Trabalhadores caso Lula nos deixasse – esticasse as canelas, para ser mais exato.

 

Acho que na ausência do seu líder o PT tende a se enfraquecer de maneira catastrófica. Não existe ninguém para tomar o seu lugar. Dirma ? Zé Dirceu ? Haddad ? Martha Sulicy ?  Claro que não funcionaria. Lula é muitíssimo mais importante do que fomos levados a crer durante todos esses anos. Sabemos que é um excelente político, capaz de grandes lances de cinismo que funcionam maravilhosamente; sabemos que sua popularidade continua impressionante, sabemos de tudo, mas nunca fomos levados a pensar de que maneira o PT enfrentaria a sua ausência. Penso que a primeira reação seria de pânico, a segunda também, a terceira, e assim por diante. Zé Dirceu se apresentaria para coordenar, motivar, levar o partido adiante ? De que maneira, já que o seu diálogo fora do PT acabou, está definitivamente encerrado? Se agora já pega mal estar ao seu lado, imagine depois, sem a cobertura e amparo de Lula. E a Dirma ? Deverá fazer um esforço gigantesco para convencer a todos que ” a luta continua”, mas vai falhar. As traições, a vontade de tomar as rédeas deixadas pelo líder vai ser desejo de muita gente. Por exemplo, o PMDB vai se agigantar, é a sua situação preferida: a confusão, o vácuo de poder. E por quê não dizer, a Oposição vai estar diante de um fato novo extremamente favorável. Pode jogar no lixo todas as suas falhas, suas indecisões, suas culpas, e de uma hora para a outra fazer as alianças necessárias para enfraquecer, bater, pisotear no partido que estará atônito porque não possui NENHUM líder capaz de mostrar o caminho na sua hora mais difícil.

 

O cenário se presta para mil considerações, e todas elas apontam para um PT desorientado – quanto menos radical for o seu deputado, senador, prefeito, governador, mais chances terá de sobreviver ao terremoto. O plano de continuar no poder por mais oito ou dez anos estará perdido. O partido vai começar a lutar pelo que antes era facílimo, quase uma frivolidade, mas que de uma hora para a outra se tornou necessário para a sobrevivência no dia a dia. Os covardes, que bajulavam os petistas, subitamente vão se tornar valentíssimos, e toda a antiga humilhação vai se traduzir em ganância por querer cada vez mais, mais e mais, até o limite do insuportável para os pobres orfãos de Lula, que sem ele vão descobrir que  não conseguem articular nem um churrasco para os aliados vorazes.

 

Infelizmente Lula não foi se tratar em Cuba, mas nem por isso o tema deixa de ser importante. Aliás, fico surpreso que nenhum articulista tenha levantado a hipótese de um PT sem o seu líder histórico, um homem presente todos os dias no imaginário dos seus adoradores e dos brasileiros em geral.

 

Em tempo:  Para aqueles que não tiveram a oportunidade de meter a mão nos cofres públicos será tarde demais.  Os donos dos postos estratégicos não farão mais concessões para os de escalões inferiores.  .

 

Bem, foi este o artigo. Acabei de ver na Globo News tantas referências elogiosas ao típico bufão latino-americano que fico pensando a que niveis desceu o jornalismo brasileiro. Mais tarde, com a entrada dos colaboradores, cientistas políticos e sociólogos, por fim começaram as críticas à corja que está no comando da Venezuela. Até o ponto em que estive assistindo a TV, evitava-se o “mau gosto” de meter o pau em quem acabara de bater as botas, o que evidentemente não é a maior preocupação deste blog.

Publiquei, muitos anos atrás, A Foto , onde Chavez tira um tremendo sarro no ingênuo, boboca, desinformado, Obama.*** Até que achei engraçado. Nossos líderes populistas têm ótimos momentos de molecagem, impossiveis de se ver no presidente da Finlândia, por exemplo. Os leitores interessados podem clicar em cima do título e apreciarem a cara de Chavez , que realmente é ótima. 

*** naqueles tempos Obama apenas ensaiava os primeiros passos do demoníaco personagem enviado do inferno com a missão de destruir os Estados Unidos.

5 março, 2013 às 01:57

Tags:

Categoria: Artigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *