Diga Adeus Para a Proposta de Construir a Mesquita Perto do Marco Zero

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=fqXSUk8Iuzs]

 

Falando ao Conselho de Relações Exteriores na segunda-feira, o clérigo por trás da controvérsia da mesquita no Marco Zero sinalizou um possível compromisso:

(INÍCIO DO VIDEOCLIPE)

FEISAL ABDUL RAUF, IMÃ DA MESQUITA NO MARCO ZERO: Estamos explorando todas as opções enquanto estamos falando agora. E estamos trabalhando no que será uma solução que, se Deus quiser, vai resolver essa crise, vai dispersá-la.

(FIM DO VIDEOCLIPE)

E isto seria sábio porque as coisas estão ficando piores para o Imã Rauf.

Como noticiamos na noite de segunda-feira, um parceiro íntimo do Imã Rauf, o Dr. Faiz Khan, nega que a Al Qaeda atacou a America no 11 de setembro. Khan fundou uma organização muçulmana com Rauf, e falou no local da mesquita proposta.

Quando pedimos ao Imã para explicar a sua associação com Khan, ele se recusou, uma atitude muito tola.

Milhões de americanos  suspeitam das intenções de Rauf, e isso só joga lenha nesta fogueira.

Além do mais, Rauf continua dizendo coisas dúbias:

(INÍCIO DO VIDEOCLIPE)

RAUF: Antes de tudo, é absolutamente insincero, falso, como muitos têm afirmado, que aquele bloco é um solo sagrado. Como (INAUDÍVEL) muitas pessoas têm educado e ensinado e tentado ensinar ao público, ambos muçulmanos e não muçulmanos, você sabe, existe uma casa de ‘striptease’ ali na esquina, e casas de apostas, isso não qualifica o lugar. Então vamos esclarecer que é uma impressão falsa.

(FIM DO VIDEOCLIPE)

O que é falso é o Imã fingir não entender qual é o ponto do que trata a proximidade aqui.

Muçulmanos radicais mataram mais de 2.000 pessoas no Marco Zero. A menos que  o centro comunitário muçulmano seja dedicado a condenação deste assassinato em massa, o que ele não é, então não há razão para que esse centro seja tão perto da zona da matança.

Mas “Talking Points” está agora pronto para predizer que um compromisso será alcançado, e o projeto da mesquita do centro comunitário vai ser mudado. Há simplesmente controvérsia demais e o Imã Rauf não vai conseguir se sustentar.

Como sempre, eu posso estar errado.

No que sem dúvida estou correto é que o impasse tem prejudicado as relações entre americanos e muçulmanos, e nada bom pode vir disso. Muitos americanos- muçulmanos são boas pessoas e cidadãos, e eles não deviam ser misturados com fanáticos ou homens mal orientados como o Imã Rauf.

É tempo de colocar um fim nesse negócio da polêmica da mesquita, e do Imã, a menos que você queira explicar integralmente as suas razões e motivos para alguém que não o está apoiando incondicionalmente.

E esta é a mensagem.

TRADUÇÃO: Célia Savietto Barbosa

 

 

23 setembro, 2010 às 01:10

Tags:

Categoria: Artigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *