Galvão Bueno e o incentivo à desonestidade- Tópicos

O Galvão Bueno é a própria encarnação do dilema brasileira. Não é caipira e nem civilizado, trata-se de um emergente. Aconteceu o seguinte: Tremenda emoção no final do jogo entre África do Sul e México. Placar de 1×1, e o juiz dá três minutos de desconto. Enorme a  pressão da África do Sul, e o México tentanto se aguentar. Faltando 1 minuto, a bola está sendo disputada perto da lateral e na linha  do meio de campo. Nesse momento, de enorme emoção, o Galvão tem a coragem  de dizer: “SE ESSE JUIZ FOSSE ESPERTO ACABARIA COM O JOGO AGORA MESMO. ELE  EVITARIA COMPLICAÇÃO PRÁ CIMA DELE!  . Caramba! Eu ainda esperei que ele percebesse a barbaridade que acabara de afirmar, retificasse alguma coisa, mas nada disso, continuou impávido colosso. Galvão propôs uma desonestidade completa e total. O juiz ignorar o minuto final e dessa forma influenciar o placar, porque, é claro, pode sair um gol faltando um segundo para o apito final. A audiência da Globo deve ter sido de milhões de pessoas. Uma aula de “esperteza” para uma população que não precisa disso, pelo contrário, já nasce sabendo, por conta de exemplos feito esse. Quantas crianças não ouviram esse chamamento descarado ao roubo puro e simples ?  Houve um importante juiz brasileiro apelidado de “Coluna do Meio” por causa da loteria esportiva, onde a coluna no centro do talão era onde se marcava o empate, com uma cruzinha. Chamava-se Romualdo Arpe Filho, tambem apelidado de Roboaldo Arpe Filho.  Sua Senhoria tinha uma característica marcante: se o jogo era muito importante, faltava pouco para chegar ao fim, e o placar estava empatado, ele não deixava a bola sair do meio do campo, de jeito nenhum. Apitava o que fosse para não permitir que acontecesse um gol nos minutos finais, alguma coisa que fosse polêmica e pudesse comprometê-lo. O povo é bobo, mas existem limites. De tanto assistir aos jogos arbitrados por ele descobriu que estava sendo sistematicamente roubado, que se faltassem uns 5 minutos para o final da partida poderia se levantar e ir embora,  Romualdo não deixaria que o placar se alterasse. Êta, Roboaldo, êta, Galvão!

-.-.-.-.-.-.-.–.-.-.-.-.-.-.-.–.-.-.-.–.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-..-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-..-.-.-..-

Comentário na FOX NEWS a respeito do ataque israelense aos pacíficos integrantes da Flotilha da Paz:

Em Nova Yorque  centenas de manifestantes, que aparentemente sabem de tudo que aconteceu, mal podiam esperar para desabafarem na Times Square:

 (Início do videoclip)

Grupo: Obama, esta na hora de acabar com os crimes de guerra de Israel.

Grupo: Hey, hey, ha, ha, a ocupação tem que acabar.

Grupo: Palestina  livre,  Palestina  livre.

 Bill O’Reilly : Em São Francisco, a cena foi semelhante: manifestantes anti-Israel foram às ruas:

 (Início do videoclip)

Grupo: Palestina livre,   Palestina livre.

Homem não identificado: Parem com a matança de civis inocentes. Parem com a matança de civis inocentes.

Bill O’Reilly : Então, quem são estas pessoas  contra  Israel?

Bem, a maioria delas é de liberais comprometidos, que acreditam que Israel está perseguindo o povo palestino. A ala direita na America geralmente apóia  Israel e é simpática á sua contínua luta para se proteger dos povos que os tem odiado por milhares de anos.

O presidente Obama é claro, é um cara da ala esquerda e sua relação com Israel é tensa. O que é irônico porque 78% dos judeus americanos votaram nele em 2008. Será fascinante ver se esse apoio vai continuar.

As pesquisas de opinião dizem que o Sr. Obama não pode mais sustentar tantas deserções. O vazamento de óleo o está definitivamente prejudicando. O ‘”Rasmussen Reports” das terças-feiras, um órgão de pesquisas de opinião diária, disse que 46% de prováveis votantes gostam do trabalho que o  presidente esta fazendo. O índice está em queda.

Assim, uma vez mais, não há descanso para Barack Obama. Parece que toda vez que ele supera uma situação, outro problema aparece, e essa questão israelense é, certamente, um deles.

-.–.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-..-.-..-.-.-..-.-.-.-..-.-.-..-..-..–.-..-.-.-.-..-.-.-.-.-.-

ATENÇÃO: Um fato de extrema importância vai indispor Lula contra Chávez. Deu no Estadão:

CHAVEZ ANUNCIA CRUZADA MORAL CONTRA O CONSUMO DE ÁLCOOL

.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

Liguei para o Estadão e o editor da Internacional me disse que estava se chateando, não conseguindo enxergar nada de importante no vídeo de 1 hora e meia (!) da picareta brasileira, a tal da Iara Lee, “cineasta”, presente no navio dos pacifistas selvagens atacados pelos malditos israelenses.

-.-.-.-.-.-.-.-.—-.-.-.-.-.-.-.-.—.-.-..-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-..-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

E o Tuma Jr. ainda não foi demitido ? Claro, claro, não vamos chatea-lo, pressiona-lo, ou corremos o risco dele sair contando coisas que não deve. Mas, afinal, o que foi que o Tuminha fez de diferente ? Roubar é ilegal no Brasil?

“Apontado pela Polícia Federal como um dos chefes da máfia chinesa em São Paulo, Li Kwok Kwen, conhecido como Paulo Li, acompanhou o secretário nacional de Justiça, Romeu Tuma Júnior, em viagem oficial que fez a Pequim em fevereiro de 2009, a convite do governo da China”. (Claudia Trevisan-Estadão )

Foto abaixo

12 junho, 2010 às 01:01

Tags:

Categoria: Artigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *