Intervenção na Líbia : Obama atacado pela esquerda e pela direita nos EUA- Programa de Bill O’Reilly

—-

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=W4GA_uw7JTE]

—-

O “Talking Points” está quase entorpecido pela analise tola da ação na Líbia. Nunca na vida houve tantas pessoas dizendo tantas coisas inúteis. Primeiramente, o General Carter Ham, que aparentemente está implementando a operação na Alemanha. Na segunda-feira ele disse que Qaddafi não é um alvo. Isto é interessante, já que mísseis destruíram o quartel do coronel em Tripoli.

Isto implica em outra pergunta: Qual é o objetivo da missão?

Isto não é confuso: o objetivo da missão é remover o Qaddafi.  Por qual outro motivo a força de coalizão o atacaria? Mas o Presidente Obama e outros líderes não falam porque eles tem medo de despertar a raiva do mundo Árabe.

Porém, até um menino de cinco anos sabe que não se bombardeia um país ao menos que você queira que o país mude, e a Líbia não irá mudar enquanto Qdadfi não sair de lá. Será que todos nós entendemos isso?

Não sei vocês, mas estou cansado; cansado desse desagradável joguinho verbal .

Agora nos EUA, a estrema esquerda se voltou contra o Presidente Obama. Vamos conferir com Louis Farrakhan, que critica o Barack Obama:

(INÍCIO DE VÍDEO CLIP)

LOUIS FARRAKHAN, Líder da Nação Islâmica: Então eu aviso você, meu irmão, não deixe estes demônios te moverem em uma direção que arruinaria completamente seu futuro com o seu povo na África e ao redor do mundo.

Por que você não organiza um grupo de Americanos respeitaveis e solicita uma reunião com o Qaddafi? Você não pode ordená-lo a renunciar ou sair. Quem você pensa que é?

(FIM DO VÍDEO CLIP)

Acredito que ele é o Presidente dos Estados Unidos, o país onde o senhor vive, Ministro Farrakhan.

E também temos  o Ralph Nader:

(INÍCIO DE VÍDEO CLIP)

RALPH NADER, ATIVISTA PROGRESSISTA: Por que não dizemos o que está nas mentes de muitos peritos legais: “a administração de Obama está cometendo crimes de guerra, e se Bush deveria sofrer um impeachment, então Obama também deveria sofrer.

(FIM DE VÍDEO CLIP)

Até parece. Crimes de Guerra? Oi, Ralph, diga isso às famílias dos Americanos mortos quando foram atacados sob os céus da Escócia por agentes do Qaddafi.

Também existe angustia na direita.

(INÍCIO DE VÍDEO CLIP)

GEORGE WILL, COLUNISTA CONSERVADOR: Estamos intervindo em uma sociedade tribal em uma guerra civil, e nós temos tomado partido nessa guerra civil em nome de pessoas que não conhecemos ou entendemos.

(FIM DE VÍDEO CLIP)

E é verdade. Ninguém sabe o que acontecerá uma vez que Qaddafi for removido. Mas o que o Sr. Will não leva em consideração é que Qaddafi é um terrorista, um homem que ordenou que americanos fossem assassinados, um homem que permitiu um acampamento de treinamento de terrorista no seu próprio solo por décadas, um homem cujos registros de violação de direitos humanos estão lá em cima, junto com os de Saddam Hussein.

O Presidente Reagan bombardeou a Líbia em 1986 depois de um incidente de terrorismo em Berlin, onde dois saldados americanos foram mortos. Dois anos depois, o avião da Pan Am foi explodido.

Então o EUA deve o troco a Qaddafi. Você não mata americanos e foge, como disse o Presidente Reagan.

“Talking Points” apóia a ação da coligação contra a Líbia, e de acordo com uma pesquisa no noticiário da CNN, 70%  dos americanos concordam comigo.

Sim, as coisas podem piorar depois que o ditador for embora, mas deixá-lo no poder é simplesmente errado.

nota do blog: Esta última frase é muito irresponsavel e tola, porque coloca em cheque todo o apoio americano dado a ditadores, tanto no passado, como nos dias de hoje. ( Seguramente não era essa a intenção). E não vamos nos esquecer que provavelmente os EUA ainda apoiarão tipos suspeitos no futuro.Mas, trata-se apenas de um programa de televisão, e Bill O’Reilly não é a pessoa mais inteligente que conhecemos. Kissinger, por exemplo, jamais se arriscaria em uma tirada de tal alcance, já que estaria (inclusive) se incriminando.

TRADUÇÃO: Andréa Borges

23 março, 2011 às 00:18

Tags:

Categoria: Artigos

Comentários (2)

 

  1. petroleorio disse:

    O Sr Presidente Obama, fez bem em intervir em favor dos excluidos de Kadafi, afinal eles t/bém são os donos do petroleo que alimenta esse mar de erros.

    Mas … Que lembrem dos excluidos da Palestina. E, outros abusados em qualquer lugar … Invasores verdadeiros terroristas …

    Ou Kadafi vira uma democracia observada pela ONU, ou vira SADAN HUSEIN, chega de ditadores e, reis nesse mundo. Tenho dito !

    QUEREMOS UM ÚNICO REI DEUS … ALLÁH !

    http://WWW.PETROLEORIO.COM

  2. Maurílio disse:

    Não gosto muito do Bill O’Reilly, muito cheio de “patriotadas” pro meu gosto… e em algumas ocasiões tem uma argumentação muito fraca, mais cheia de bravados do que de fatos concretos. Mas concordo com ele por razões que ele não disse aí. Acho que intervir em um país governado por um doido varrido a mais de 40 anos que precisa mandar bombardear o próprio povo pra se manter no poder faz perfeitamente sentido. Ainda mais quando é uma iniciativa em concordância com orgãos multilaterais, como a ONU.

    Boa semana para o senhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *