Entrevista de Kissinger – vídeos

[vodpod
id=Groupvideo.9538973&w=450&h=325&fv=vid%3D25652069%26amp%3BautoPlay%3D1%26amp%3Bvolume%3D100%26amp%3BenableFullScreen%3D1]

LAURA INGRAHAM, APRESENTADORA CONVIDADA: O Dr Henry Kissinger, Secretário de Estado Americano de 1973 a 1977, é o diplomata dos diplomatas. Em 1973, ele recebeu o Prêmio Nobel da Paz pelos seus esforços para negociar um acordo pacificador para a Guerra do Vietnã. O Dr. Kissinger, que acabou de fazer 88 anos, lançou um novo livro chamado “Sobre a China”. Bill conversou com ele recentemente.

(Início do Vídeo)

BILL O’REILLY: Doutor, como o senhor sabe, o Donald Trump, quando ele flertava com a possibilidade de entrar no bondinho do partido Republicano, fez da China o aspecto principal de sua campanha ou sua estratégia. Eu quero ver a reação do senhor à uma gravação do Sr. Trump. Vamos rodar a fita.

(Início do VÍDEO)

DONALD TRUMP, MAGNATA DO RAMO IMOBILIÁRIO: Poderia cobrar 25 por cento de imposto da China, e, sabe, eu falei pra alguém que vale o mensageiro; o importante é o mensageiro. Eu posso arrumar um homem pra dizer “vamos te cobrar 25 por cento de imposto”, e eu posso arrumar outro homem pra dizer “Olha aqui seu (xingamento apagado), vamos te cobrar 25 por cento de imposto.”

(Fim do vídeo)

O’REILLY: tudo bem. Então o Sr. Trump diz que os Chineses armaram a jogada e estão nos matando economicamente. E como o Senhor responde a isso?

DR. HENRY KISSNGER, EX-SECRETÁRIO DE ESTADO: Bem, Eu gosto do Donald Trump. Eu o conheço pessoalmente. Eu não concordo com ele. Os Chineses têm feito enormes progressos economicamente. Parte das nossas dificuldades é que não estamos fazendo em nosso próprio solo o que precisamos para sermos competitivos. E a China vai ser uma grande força no mundo.nota do blog : nada com o que os USA não possam lidar com facilidade, se os liberais não atrapalharem.E nós temos que decidir se lidaremos com isso por confronto ou por uma cooperação pretendida. Se eles desafiam nossos interesses fundamentais, vamos enfrentá-los.

O’REILLY: Tudo bem. O senhor já viu coisas surpreendentes neste mundo. Se o senhor tivesse que mencionar um, um evento em sua vida que você acredita que foi a mais profunda, qual seria?

KISSINGER: Quando me dei conta que a Guerra do Vietnã terminaria através de uma negociação, foi um grande momento para mim, mesmo que tenha acabado tragicamente. O papel que os Estados Unidos desempenharam no final da guerra — Perguntei ao Presidente Truman uma vez de algo que ele já tinha feito que ele mais se orgulhasse? E ele disse que ele se orgulhava sobre o fato de que tínhamos vencido totalmente os nossos inimigos e, em seguida, os trouxemos de volta para a comunidade das nações como iguais …

O’REILLY: O Japão e a Alemanha.

KISSINGER: … e que apenas americanos fariam uma coisa dessas.

O’REILLY:    Verdade

KISSINGER:  E é verdade, concordo plenamente com isso

O’REILLY:  OK, Doutor, muito obrigado. Nós valorizamos muito o seu livro, ” Sobre a China”

KISSINGER:  Foi um prazer estar aqui

—–

28 junho, 2011 às 00:11

Tags:

Categoria: Artigos

Comentários (3)

 

  1. Jonas disse:

    a sorte do Japão e da Alemanha pós guerra foi a ameaça comunista… irônico que a América Latina, quintal dos EUA, não tiveram a mesma sorte e foram contemplados por ditaduras de direita pelos mesmos motivos… bom, pelo menos fomos tri-campeões

    • Claudio Mafra disse:

      O desenvolvimento japones e alemao sao um atestado da competencia dos burrissimos americanos. Concordo que a ameaca de Stalin foi a sorte de toda a Europa. Plano Marshall, etc. Quanto asss ditaduras de direita, meu caro Jonas, elas sao bem melhores do que as de esquerda. Duram menos porque nao sao religioes salvadoras da humanidade e assim por diante. Perto de Stalin, Mao, Pol-Pot, o Fuhrer foi um massmurder de segunda classe.

      • Jonas disse:

        A diferença é que a liberdade e democracia nunca fizeram parte do mantra dos comunistas… de qualquer forma, nenhuma ditadura é boa pois ela é muito passível a abusos, e nesse quesito concordo que Mao foi campeão, o maior carniceiro da história humanidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *