Marido de Gisele Bundchen se apaixona por Iriny Lopes

EXTRA!!! Marido de Gisele Bündchen se apaixona por Iriny Lopes‏

Marido de Gisele Bündchen se apaixona por Iriny Lopes

Na tentativa de se aproximar de Iriny, Tom Brady se filiou ao PMDB e já encaixou um ministério
CONAR – Dizendo-se vítima das trapaças do amor, o jogador de futebol americano Tom Brady, atual marido de Gisele Bündchen, confessou ter sido trespassado pelas setas de cupido nesta última segunda-feira, ao inteirar-se, pela internet, do caso do anúncio de lingerie que pôs sua mulher em confronto com a ministra da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, Iriny Lopes. “Fui fulminado por um raio”, balbuciou, perplexo.
Brady, que já comunicou a intensidade de seus novos sentimentos à modelo, saiu de casa e, por ora, encontra-se hospedado no Centro Simone de Beauvoir de Combate a Estereotipia, um centro de estudos dedicado a pesquisar as várias formas de apropriação do feminino pela cultura de massas.
Em carta enviada a Brasília e divulgada em todos os programas vespertinos de culinária e moda da tevê brasileira, Tom Brady fez um apelo para que a ministra Iriny ouça as suas razões. Para Ana Maria Braga, não teve pudor em esconder as lágrimas: “Só peço um jantar à luz de velas. E se isso não for possível, ao menos um pedalinho no Paranoá.” E num apelo crispado: “Ana, Iriny não me conhece, mas posso afiançar que meus sentimentos são puros. Puros e desesperados.” Louro José passou-lhe um kleenex.
O atleta americano confessou a amigos que o amor por Gisele, embora sincero, vinha se esgarçando toda vez que a modelo chegava em casa avisando que estourara a conta do cartão de crédito ou batera com o carro. “Há limites para tudo”, disse, com sofreguidão. Quando a brasileira passou a dar as más notícias em trajes íntimos, Brady se deu conta que a mulher perdera a razão. “Eu a apoiarei em tudo, mas o casamento virou uma farsa”, sussurrou.
“Hoje, busco um amor mais maduro e responsável”, disse Brady, mencionando, com paixão, o fato de Iriny Lopes jamais ter perdido um só ponto na carteira de habilitação. “Como se não bastasse, o nome dela no SPC é estelar.”
Em junho passado, a American Express batizou de “Iriny Lopes” a categoria de clientes que nunca entraram no vermelho.

4 outubro, 2011 às 22:48

Tags:

Categoria: Artigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *