NUNCA aconteceu na história do Brasil.

Boa matéria de João Domingos, no Estadão. Colocaram como manchete: Dilma começa, mas não termina faxina. O reporter mostra outros pontos onde os escândalos continuam. Não adianta dizer que é aqui , ou alí. O que impressiona é que em qualquer país civilizado apenas um desses roubos derrubaria o governo. Não são como ocorreu na França, por exemplo, roubo do Chirac, que é cheio de dúvidas, um processo que acha dificuldades em conseguir provas e coisa e tal. Aqui é tudo escancarado. Um governo começa e junto com ele os escândalos ? Nunca se viu isso na história do Brasil. NUNCA. A dona começa a governar e imediatamente começam a meter a mão ? Não esperam nem um segundo? Ela demite não sei quantos ministros, mas deixa outros, todos roubando. Parece brincadeira.

A cumplicidade do povo brasileiro não vem dos que vivem no longínquo sertão, ou perdidos na Amazônia, mas gente das capitais do país. O que está acontecendo é apenas conversa de botequim entre risos e comentários alternativos sobre futebol. E os convidados para programa de falação na TV são tão comportados, tão impressionados por estarem num estudio, que murmuram suas críticas. Ninguém dá um berro porque não seriam novamente convidados. Afinal quando é que os estudiosos vão começar a fazer teses sobre o comportamento da população, a cumplicidade MORAL da população ? Conheço gente muito talentosa que eu acho que está apenas com preguiça. Não vou citar nomes porque ficariam com raiva, mas são muitos, estão em perfeitas condições para explorarem o assunto. Não adianta mais “Lula é minha anta”,  ” Os petralhas”, “O que eu sei sobre Lula” e sei lá quantos livros existem malhando o PT. Isso não adianta nada. A eleição da Dilma mostra que esses livros devem ter tirados uns 10 votos dos indecisos. O tema é muito mais profundo. Alguns dizem que o povo foi comprado pela bolsa-família , bolsa-alimentação e sei lá o que mais. Isso é facil dizer. Precisamos de algo mais consistente, uma análise psíquico-social do que está acontecendo conosco.

E com tudo isso, apesar da escolha que essa dona fez dos seus auxiliares, a imprensa continua a bater palmas para sua brilhante atuação na ONU, sua vontade de acertar, ela não tem culpa de nada, é o Lula, o espertalhão do Lula é o culpado. Mas essa dona não é amiga do Zé Dirceu ? Não é ? Acho que inventaram uma inimizade entre eles. Devem se adorar, afinal foram “companheiro d’armas”, isso Zé Dirceu falou na cara dos militares na cerimônia de não sei o que. E os nossos militares ? Esqueceram seus juramentos? Aonde isso tudo vai parar? Acho que já tenho a resposta: nossos oficiais vão ser do PT. Amorim já está providenciando. Na América Latina seremos ponta de lança de tudo quanto é perverso que venha lá do fim do mundo, ou daqui de perto, da fronteira, como a Venezuela. Estamos chegando perto do nosso destino, que não é aquele que aprendemos na escola. Não vamos ser mocinhos, já somos bandidos.

25 setembro, 2011 às 14:44

Tags:

Categoria: Artigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *