Obama continua fazendo tudo o que criticava em Bush- O presidente Zuma ( África do Sul) vai se encontrar com Gadafi – charges

O inverno árabe se transforma em Primavera árabe  (será ?)

Depois de pensar uma eternidade Obama percebe que o tirano, o assassino, Al -Assad, da Síria, não é um reformista, um homem disposto a modernizar,  como ele ridiculamente havia afirmado antes.

Walt Disney compra os direitos para filmar a morte de Osama Bin-Laden, usando focas, uma referência aos Seals (focas) das Forças Especiais da Marinha americana

Os terroristas procuram outro líder, depois da morte de Osama. O primeiro diz : Alguém com poder, dinheiro e influência“.  O outro sugere a chatíssima Oprah:” Está disponível“, diz ele. Oprah é de extrema esquerda, só diz bobagens, ficou bilionária, e resolveu se aposentar.

Obama comecou seu governo mantendo Robert Gates, Secretário de Defesa de Bush nos dois últimos anos de seu mandato.  Depois seguiu  a mesmíssima política do ex-presidente para o Afeganistão e o Iraque. Um espanto. E foi em frente: Manteve Guantânamo. Manteve as torturas (  como é que vocês acham que foi descoberto o “esconderijo”  de Bin Laden ?)  Tudo que prometeu em campanha foi para o espaço.

Agora o entusiasmado animador de auditório está seguindo a doutrina Bush em relação ao Oriente Médio. Ele disse com a maior cara de pau: “ Fará parte da diplomacia dos Estados Unidos promover a reforma através da região, e de apoiar e ajudar na transição à democracia“. Segundo  o articulista Charles Krauthammer a declaração foi feita ” sem um pingo de ironia ou de auto-reflexão”.

Bush argumentava que a razão do 11 de setembro podia ser encontrada na raiva desviada dos povos reprimidos do Oriente Médio na direção do Ocidente, particularmente na direção da sua maior liderança, os Estados Unidos.  A única solução seria uma transformação democrática da região. ( Surpresos ? Ninguém publica essas coisas, pois não ?) .Obama diz “ Muitos líderes na região tentararam direcionar as mágoas de seus povos para outro rumo. O Ocidente foi apontado como a fonte de todos os males” . Igualzinho.

Bush também disse : ” Nós não temos apenas uma participação na estabilidade das nações, mas também na autodeterminação dos indivíduos” . Qualquer semelhança com a falação de Obama é mera coincidência.

E sobre o Iraque, o rapazola que usa descer do avião correndo e sacudindo as mãozinhas, disse : No Iraque, vemos uma promessa de uma democracia multiétnica. Lá os iraquianos rejeitaram o perigo da violência política por um processo democrático. O  Iraque está preparado para desempenhar um papel principal na região “. Lembram-se como Bush foi ridicularizado por tentar “impor uma democracia no Iraque ” ?!

Agora um erro terrível de Obama, que foi passado em cartório pela super mentirosa Dona Hillary Lewinsky Clinton:  ” O presidente Assad agora tem uma escolha: ele pode liderar essa transição para a democracia, ou sair da frente “.  Diz Krauthammer: ” Essa declaração é bizarra e espantosa. Assad entrou em uma guerra total contra o seu povo. Atirou, prendeu, executou, e até usou artilharia contra cidades. Mesmo assim, Obama não guardou rancor e perdoou, quando ele deveria é estar declarando Assad tão ilegítimo quanto Gaddafi. Dá para ver que alguns hábitos/vícios de engajamento/apaziguamento são difíceis de serem deixados de lado.”

O presidente Al-Assad, que também é médico oftalmologista, tem uma mulher de parar o trânsito. Vejam meu artigo: A mulher do presidente  Bashar Assad

E vejam, o hilário presidente Zuma, da África do Sul (4 esposas e alguns estupros), resolveu viajar para a Líbia e se encontrar com Gadafi. Ele diz não concordar com os bombardeios da Otan e quer  ” uma solução pacífica”.  Alguma semelhança com Lula ? Claro, essa turma do Mandela é igualzinha ao PT.  Mudou, mas não completamente. Continua vendo um grande inimigo nos EUA, nas multi-nacionais, e assim por diante.  Lembrem-se que Tabo Mubeki, o ex-presidente, condenou à morte mais de 500 mil sul-africanos porque proibiu a venda dos remédios contra a AIDS achando que era uma tramóia das grandes empresas farmacêuticas. Papagaio! Quando afinal conseguiram convencer o ex-comuna, já era tarde demais. Pelo menos salvam-se os novos aidéticos.

30 maio, 2011 às 12:40

Tags:

Categoria: Artigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *