Semelhanças entre Jimmy Carter e Obama – 7 charges

Durante o seu mandato o Presidente Jimmy Carter teve grande prestígio entre os Democratas-Liberais americanos e, naturalmente entre os comunistas, simpatizantes do comunismo, idiotas úteis, e aqueles que antagonizam os Estados Unidos em geral. Naquela época ele mostrou mais ressentimento contra seu país do que o próprio Obama, embora agisse de uma forma mais ingênua. A Guerra Fria era permanentemente tensa e ele não conseguiu imprimir uma mudança substancial na política externa americana. No caso do atual presidente, mesmo com o fim do império soviético, os compromissos americanos contra o terrorismo, aliados à dura realidade de que de fato os Estados Unidos são a única potência militar capaz de defender os interesses do Ocidente, acabaram por derrubar os sonhos de quem se julgava predestinado a mudar os rumos de seu país em suas relações internacionais e torna-lo “popular”. No plano interno Obama também amargou a derrota, quando a maioria dos americanos rejeitou a ideia de que fossem feitas as reformas que levariam os Estados Unidos para um welfare state, ou algo pior, um salto para o desconhecido.

Mas Carter foi muito perigoso na medida em que adotou uma política errônea de defesa dos direitos humanos que ajudava os objetivos comunistas. Para citar um ótimo exemplo, colocou o Chile em uma camisa de força, infernizando a vida de Pinochet, o que fez o general se queixar amargamente dos Estados Unidos assim que o pateta se afastou do poder. Foi uma sorte que o Chile tenha resistido à pressão americana. O epísódio chileno guarda uma pequena semelhança com o apoio absolutamente idiota que Obama deu a Zelaya, colocando-se contra Honduras, no momento em que os militares salvaram o país do chavismo, ou comunismo bolivariano. A diferença para o Chile está em que os generais hondurenhos agiram inteiramente de acordo com a constituição, com apoio do Congresso e da Suprema Corte, enquanto no Chile houve de fato um golpe de estado para evitar a cubanização do país. O único afastamento da legalidade em Honduras está no fato de os militares apanharem o bufão Zelaya e o colocaram de pijamas dentro de um avião com destino à Costa Rica, episódio que enfureceu Vargas Llosa, que, curiosamente, não percebeu que se tratava de um detalhe que não invalidava o fato maior. Da mesma forma que em Fernando Henrique, Serra, e muitos outros, o esquerdismo ainda é determinante na alma do grande escritor, embora ele não o perceba. A esse respeito, para ler meus artigos, CLIQUE em cima dos títulos : O caso Honduras: países unidos contra a lei” e ” Honduras : o acordo para pôr fim a todos os acordos”

E o mais interessante é que se Zelaya não fosse despachado para fora do país seria, OBRIGATÓRIAMENTE, preso, de acordo com a lei, e sem dúvida a agitação chavista tomaria conta da pequena Honduras. Muito parecido com Obama haver ordenado matar Osama-Bin Laden, ao invés de captura-lo e correr o risco de torna-lo um heroi islâmico. É importante assinalar que o Iraque foi único lugar em todo o mundo muçulmano onde sua morte foi bem recebida, o que conta extraordinariamente a favor da política americana naquele país. Outras consequências do bandido vivo seriam : provocar a volúpia da indignação nos bem empregados e deformados personagens que aprisionaram os direitos humanos em uma concepção tão ampla que se tornou ridícula e perigosa,  o aparecimento imediato dos eternos advogados oportunistas atrás de fama, e principalmente o problema de onde prender o bandido – que deveria ser um lugar especialíssimo, já que em Guantânamo, mesmo se o mantivessem isolado, sua liderança faria com que os selvagens que lá estão se tornassem ainda mais perigosos. “O maior estrategista da História”, que foi como  Arnaldo Jabor chamou Osama na época do atentando às torres, precisaria de uma prisão em lugar secreto, o que colocaria mal o presidente demagogo que prometeu tudo o que não podia com referência aos terroristas. Em suma, Obama mandou liquidar Osama para não ter imensos problemas. Da mesma forma, os militares hondurenhos para evitarem baderna nas ruas ( que certamente teriam o apoio descarado do governo brasileiro), despacharam Zelaya para Costa Rica o mais depressa possivel. Perfeito, agiram maravilhosamente bem, e é um milagre que a pequena Honduras tenha suportado a pressão americana e da União Européia até que os irresponsaveis percebessem finalmente o que de fato havia acontecido. O despreparo dos Democrata-Liberais é tão grande que bastou ouvirem falar em militar depondo presidente eleito na América Latina para ficarem imediatamente “indignados”. Nada melhor para Obama – que ouviu o galo cantar e não sabe aonde- do que dar imediatamente uma declaração bombástica exigindo a volta de Zelaya. Interessante foi a posição da Hillary Clinton, muito mais cautelosa na avaliação do que acontecera. (A propósito da ridícula afirmação de Jabor, CLIQUE em cima do título para ler meu artigo: O maior estrategista da História” )

Voltando para Jimmy Carter: Depois de ser derrotado na tentativa do segundo mandato, o bobo alegre transformou-se em um paladino dos “direitos humanos” e saiu fazendo tolices pelo mundo afora. Enquanto Clinton estava negociando com a Coréia do Norte, esse pateta, sem mais nem menos aparece em Pyongyang encontrando-se com Kim Il Sung, pai do atual Querido Lider, Kim Jong-il. Seus adjetivos a respeito do tirano estalinista foram: “vigoroso, alerta, inteligente e notavelmente familiar com os assuntos”. De quebra ainda disse que  O Sol Vermelho dos Povos Oprimidos era “uma pessoa muito cordial com respeito ao Cristianismo”. Clinton ficou furioso. Carter estava se metendo aonde não podia, confundindo seu próprio interesse (aparecer na mídia) com os interesses da segurança nacional dos Estados Unidos. Ganhou o Nobel da Paz, que da mesma maneira que o de Literatura, não vale nada, já que os dois são determinados pelo políticamente correto e da vontade de agradar os países da periferia. Aliás, acho que nem o Nobel ligado ás ciências exatas vale alguma coisa, uma vez que já se nota a tendência de evitar que o prêmio seja concedido para quem more nos Estados Unidos.

Bem, Carter vai seguindo em frente, e dois anos atrás encontrou-se com o dirigente do Hamas, Khaled Meshal, e com o carniceiro da Síria, fazendo espantosas declarações a favor dos dois. Quando essa patética figura visita Israel, os seus dirigentes se recusam a falar com ele. Não me lembro de quais foram suas últimas intervenções, mas ele continua em sua vaidosa cruzada anti-americana, onde se imagina acima do bem e do mal. Um autêntico american liberal. Por outro lado, Obama luta no que ele imagina ser uma encruzilhada histórica: Ou os Estados Unidos se modificam tornando-se um estado protetor dos “destituídos” contra os “mega-ricos de Wall Street”, ou se perde em uma sociedade apodrecida, em decomposição, jogando fora sua melhor oportunidade, talvez sua única oportunidade de mudança, aquela que somente ele, o energético semi-desmoralizado messias, pode oferecer.

—-

” Tudo o que nós estamos pedindo é dar aos assassinos que odeiam os judeus uma chance

( trata-se de uma brincadeira com a famosa cancão “We are the world” com 45 celebridades, que   cantando pediam donativos para combater a fome na África, MAS, o chargista usou só a foto, enquanto a letra é de outra canção, a de John Lennon, “Give Peace a Chance” que também foi cantada por celebridades, onde estas pediam “uma chance para a paz” . Na charge Carter está abraçando os terroristas do Hamas )

Os dois piores presidentes de todos os tempos, e temos o burrinho Democrata onde se lê: Traição, o novo patriotismo.-

O terrorista do Hamas questiona: “Todos aqueles a favor de empurrarem os judeus para o mar digam “SIM”.    Carter comenta: “A democracia não é maravilhosa ?”

—–

“Eu sei, eu pareço muito com Reagan”

—–

” Ele não é uma gracinha ?-

Obama pensando ” Como pode um cara ser presidente, ganhar o NO BELL da Paz e continuar sendo tão imbecil ?” Carter dando um tremendo fora : “Pelo menos Holywwod está fazendo a coisa certa – eles não nominaram nenhum preto para nenhum premio na Academia  este an.. eerr”

Cnota: Carter deu alguma declaração absurda, cometeu alguma gafe e eu não sei exatamente o que foi. Não peguei todo o alcance da charge. Também não entendi o NO BELL, que pode ser visto no peito dos dois. Sinto.

—-

Muitas pessoas concordam com as críticas de Jimmy Carter ao presidente Bush

( ao lado de Carter estão o chefe do Hezbolah, os aitolás, Ahmadinejad, e , ótimo, o Dunga(!) o anãozinho ingênuo do Branca de Neve)

25 julho, 2011 às 12:44

Tags:

Categoria: Artigos

Comentários (3)

 

  1. RH disse:

    Muito interessante análise dos dois patetas que acreditam ser grandes estadistas…

    Apenas uma observação: acho que a figura ao lado do ex-plantador de amendoins na última charge é um dos anões da Branca de Neve (não lembro o nome, porém é aquele mais bobão).

    O mais alarmante não é que o O’bambi seja isso tudo que você explica no seu texto; o pior é que uma grande parcela da população dos USA e do mundo todo *ainda* acreditem nessas mentiras !!

    Aproveito a oportunidade para sugerir uma olhada no site “The People’s Cube”, brilhante página de humor criada pelo designer e escritor Oleg Atbashian, que destrói com inteligência e ironia todos os mitos democratas, comunistas e liberais (no sentido seqüestrado pela esquerda).

    Saudações libertárias,
    RH – Eng. Mecânico
    Rio de Janeiro

    • Claudio Mafra disse:

      É o Dunga! Você tem toda a razão! Vou usar o The People’s Cube. Muito obrigado pela correção e pelo ótimo comentário Veja, meu caro, fazer um blog dá muito trabalho, e estou quase no limite de desistir. Abraço

  2. RH disse:

    A correção foi mais um “preciosismo” sem maior importância…

    Eu é que agradeço o seu esforço e a sua luta quixotesca contra os moinhos de vento da mídia esquerdista.

    Você é um dos poucos que ainda lutam contra o massacre esquerdista, dentro da escala possível a um blogueiro não profissional, que tira seu sustento de outras atividades (ao contrário dos navegadores do esgoto profissional, subvencionados pelo PT, ou seja pelo dinheiro dos nossos impostos – grrrrrrrr!!!!).

    Não desista!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *