Serra resolveu nos ensinar como criar uma oposição

Aécio fez um esforço calculado para agrupar em torno de si aqueles que não gostam do PT, enquanto tomava extremo cuidado para não cometer um crime imperdoavel em Minas Gerais: radicalizar. Uma posição muito dificil, criticada por alguns, mas já é um começo. Ao mesmo tempo Serra continua atrapalhando, continua a cultivar um provincianismo arrogante que somente uma insensibilidade patológica pode explicar. Esse grupo de São Paulo é um problema. Ninguém fora do estado quer ouvir falar em Serra. Durante a campanha ele não conseguiu a simpatia nem de quem é contra o PT. Votou-se nele por obrigação. E jamais se poderá esquecer o fato espantoso, até hoje não explicado, de que o candidato da oposição tentou se associar à figura do presidente. Como isso foi possivel ?

Pois bem, mal disfarçando o  desconforto com o discurso de Aécio ele resolveu nos iluminar o caminho: ” Eu acho um erro, uma falsa questão fazer tudo pela ótica de 2014. Por aí não se faz mais oposição, não se faz mais trabalho político”. Assim, um homem politicamente arrazado no plano nacional, embora tenha ocupado os importantíssimos cargos de prefeito e governador de S.Paulo, está nos ensinando como é que tem que ser. Todos nós sabemos que não houve oposição, que o PSDB foi um fracasso completo e total no papel que lhe cabia, e agora vem um dos seus principais líderes nos dar uma lição sobre a matéria. E logo quem.  

O inverno da nossa desesperança. Serra quer ser candidato em 2014. Tamanha obsessão deve ter  um fundo religioso. Talvez pense que Deus lhe reservou o papel de presidente da República, mas ele tem que cumprir sua parte, se esforçar um pouquinho. Nossa, coitados de nós. Temos que primeiro derrota-lo para depois tentar derrotar o PT.

E Dilma continua sinuosa em sua política externa. Agora resolveu ajudar o companheiro presidente do Paraguai, elevando de 120 milhões de dólares para 360 milhões o que nós pagamos pela energia de Itaipu. Uma típica medida que Lula tomaria.

8 abril, 2011 às 00:13

Tags:

Categoria: Artigos

Comentários (1)

 

  1. Maurilio disse:

    O Serra ja morreu e o PSDB se esqueceu de enterrar. O Alckmin teria melhores chances do que ele com certeza… é um cara, acredito eu, ate mais capaz que o Serra ( não por questões técnicas ou acadêmicas, mas em matéria de visão política ). Se bem que, honestamente, essa direita psdbista é muito da vagabunda. Tenho para mim, como as melhores qualidades da direita ( qualquer que seja ) zelar pela boa qualidade dos gastos públicos, utilizar com parcimonia os recursos oriundos dos impostos, proteger a livre iniciativa, a propriedade privada, os direitos individuais, e ter um olho vigiante/crítico para qualquer mudança de lei, ESPECIALMENTE as emendas constitucionais ( nisto, aplaudo os ditos “conservadores” ). Ora porra… nos 8 anos em que estiveram no poder, eles diminuiram algum imposto ? Fizeram alguma mudança relevante no déficit publico ? Melhoraram algum serviço publico de forma sensivel ? Facilitaram de alguma forma a vida das pessoas que produzem, empreendem e investem no pais ? A reeleição foi invenção de quem ? Fora é claro, a montanha de denuncias que nao eram investigadas, tidas como “intrigas da oposição” para nao deixar o PSDB “governar”. Estão no ostracismo, e o merecem por mérito proprio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *