Um leitor comenta meu artigo sobre os militares

Recebi de um leitor: 

Eu queria fazer dois provisos sobre a sua linha de argumentação. Primeiro: as Forças Armadas de hoje não têm nem um vigésimo do poder de influência que elas tinham há 50 anos. Segundo: não é necessariamente verdade que “os militares” (se é que existe tal generalização) sejam visceralmente contrários a um regime meio bolivariano. Desde a vitória contra a subversão, na primeira metade dos anos 70, tem faltado às Forças Armadas – na minha modesta e não-abalizada opinião – um “sense of purpose”, uma função concretamente precípua. Claro, existem os grandes objetivos permanentes de defesa do País, etc. etc. mas… falta um… inimigo! E, ao longo das últimas décadas, uma parcela do oficialato tem-se deixado seduzir pelo canto de sereia do antiamericanismo. Não se iluda, Mafra: um regime político que acenasse aos militares com um papel de proeminência social e operacional – como sempre ocorre nos regimes de força – conjugado com a “luta contra o invasor ianque, que quer se apropriar das nossas riquezas e subjugar nossa soberania” cairia como uma luva na bem-intencionada, mas extremamente ingênua visão que nossos militares têm da sua missão de defesa do Brasil. Neste sentido, uma mudança ideológica no ensino militar seria recebida com naturalidade e, até mesmo, com simpatia, a exemplo do que já ocorre no Itamaraty.

Em suma: não conte muito com as nossas desmoralizadas, desequipadas, mal remuneradas, desmobilizadas Forças Armadas para afrontar uma possível implantação de um regime bolivariano light por aqui.

29 setembro, 2010 às 02:33

Tags:

Categoria: Artigos

Comentários (9)

 

  1. TEN CEL JOSÈ EVANE DUTRA - do EXÉRCITO de CAXIAS disse:

    Gostaria de receber o e-mail deste leitor.Tudo indica ser UM COMUNISTA PETISTA tentando alguma coisa duvidosa.
    QUEM É VOCÊ? Um patriota? Não acredito…..MOSTRE A SUA CARA SE FOR POSSÍVEL. Recomendação: Não brinque com militare PATRIÓTAS>

  2. Leandro Steele disse:

    Ao Ten Cel José Evane Dutra – do Exército de Caxias

    Em primeiro lugar, não fui eu quem escreveu o comentário postado e gostaria de me apresentar.

    Sou ex-aluno da turma de 72 da EPCAr. Apesar de minha formação militar básica, optei por seguir a carreira de Piloto de Linha Aérea (civil). Nunca deixei de levantar-me ao ouvir as primeiras notas do Hino Nacional ou da Marcha Batida. Portanto…

    O que o leitor comentou reflete o desânimo e a tristeza que acometem qualquer verdadeiro patriota, de ver nossas FFAA em total apatia, anestesiadas e entregues, vendidas por seus chefes a aqueles que outrora foram derrotados pelo Exército de Caxias, a Marinha de Tamandaré e a Aeronáutica de Eduardo Gomes.

    Agora eu pergunto, Ten Cel José Evane Dutra, QUEM ÉS TU? Ativa, reserva? Duvido. Serias tu, por acaso, reformado? Pois que, atualmente, a exceção do Gen. Heleno, a quem muito admiro, somente os reformados demonstram ter bolas para se pronunciar como cidadãos, já que como militares são impedidos por regulamentos.

    E não, não conto com as FFAA para enfrentar qualquer tentativa de implantação de um regime bolivariano light, nem de um regime trotskista, leninista, stalinista, ou o diabo que seja.

    Demonstrações de quebra da Constituição Federal já foram dadas de sobra para que, esses que hoje brincam de vestir farda, houvessem tomado uma atitude. Aliás, a própria constituição federal foi fraudada por figura pública, réu confesso, que foi aceita pelos chefes militares, todos com o rabo entre as pernas, como seu ministro da defesa. Defesa de quem, cara pálida?

  3. CARO TEN CEL JOSÈ EVANE DUTRA
    E SR. COMANDANTE LEANDRO STEELE,

    É UM PRAZER! EU SOU WALDIR CAMÊLO, ADVOGADO, RADIALISTA E OFICIAL SUPERIOR DE POLÍCIA MILITAR, REFORMADO.

    SEM ADENTRAR NO ÂMAGO DA QUESTÃO, EU ME PERMITO DIZER QUE A IMPRESSÃO NÍTIDA É A DE QUE, A MAIORIA DOS OFICIAIS DA ATUALIDADE FORAM FABRICADOS NA CABEÇA DE TOCOS, POIS, LHES FALTA BRIO E BRILHO.
    E COMO “NÃO ADIANTA NEM MESMO OS TRES TOQUES NA MADEIRA”, EU JÁ ESTOU A PROCURA DE UM CASTELO E NEM PRECISA SER BRANCO. AFINAL, JÁ SEI COMO ENCONTRAR PESSOAS EXPERIENTES E CAPAZES DE CHAMAR O PECADO PELO SEU PRÓPRIO NOME, AINDA QUE OS CÉUS DESABEM.

  4. sidinei disse:

    ALÉM DO QUE AS PRÓPRIAS CONDUTAS DAS FORÇAS LEVARAM AO QUE ESTAMOS VENDO HOJE,
    AS FFAA FORAM SE PERDENDO NOS INTERVALOS DE TEMPO,
    MUDAVA-SE OS TEMPOS MAS O QUE JA ESTAVA EVIDENTE NÃO FOI LEVADO EM CONSIDERAÇÃO,
    PERDERAM A OPORTUNIDADE DE AO INVÉS DE ENTREGAR O PODER, CONDUZI-LO A ÉPOCA PRESENTE.
    AS FFAA TORNARAM-SE UM CORPO, MAS ESQUECERAM DOS PES, DAS MÃOS E DA CABEÇA.

  5. Em idos tempos, tínhamos uma organização secreta, clandestina e acéfala e sem eiras e nem beiras, vaticinava ”
    Mantenha limpa sua cidade, mate um comunista por dia”, era a MAC – Movimento Anticomunista.
    Hoje não teria nenhum efeito, com menos de um mês, não se encontraria mais comunistas para matar, ainda bem que ninguém que eu saiba, seguiu o conselho do velho MAC.
    Hoje não existem mais comunistas, principalmente no Brasil, viraram todos “Capitalista”, “Democráticos” e/ou
    Corruptos Petistas.

  6. capistrano junior disse:

    a cinco anos que estou na reserva remunerada, sou sargento das Forças Armadas, amo o meu Brasil, amo as Forças Armadas e se for preciso luto pelo pais e defendo com a minha propria vida

  7. Luiz Carlos Furtado disse:

    Parece-me até meio grotesco dizer que não há comunistas, veja bem quem Dima, pistoleira, assaltante de cofre e comunista atuante na época do regime, Genuino, Dirceu comunista covarde que escondia-se atraz dos outros, sem falar do Ministro da Defeza um fantoche na mão do Lula quando no Itamarat e agora da Dilma. Preste bem atenção, foi no dia de ontem que esses crápulas festejaram, chegando a colocar telão para que assistissem essa grande ativista cubana ser vaiada. Acorda. Precisamos nos esmerar em Caxias, Deodoro, Hermes, Tamandaré, Marcilio Dias, Juarez Tavora, Eduardo Gomes, Castelo, Medici, Geisel, que entraram pobre e sairam pobres, por que tambem não dizer um cel.Ovideo, que repudiaram o Comunismo, quanto a americanismo sempre foram nossos parceiros dos quais tentamos copiar a justiça a liberdade. Tenho a dizer-lhes se for necessários que venha o derramamento de sangue, pois só assim teremos alcançado a verdadeira Democracia. DEMOCRACIA, não é o fato e o ato de votar, esta palavra é bem mais ampla a despeito de Comunismo, quem o for, por favor faça um bem a nação Brasileira, va embora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *