Vídeo (traduzido) – Mitt Romney reconhece oficialmente a derrota para o presidente Obama – Elegante despedida

——

—-

Mitt Romney reconheceu oficialmente a derrota para o presidente Obama na quarta-feira cedo, após uma longa e ferrenha corrida presidencial.

MITT ROMNEY: Obrigado, obrigado. Obrigado meus amigos. Muito obrigado mesmo.

Eu acabei de telefonar para o Presidente Obama para felicitá-lo pela sua vitória. Seus partidários e sua campanha também merecem felicitações.

Eu desejo a todos eles boa sorte, mas particularmente ao presidente, à primeira dama e suas filhas.

Este é um tempo de grandes desafios para a America e eu rezo para que o presidente seja bem sucedido na condução da nossa nação. 

Eu quero agradecer a Paul Ryan por tudo que ele fez por nossa campanha.

E por nosso país. Além de minha esposa Ann, Paul foi a melhor escolha que eu fiz.

E eu acredito que a sua inteligência e seu trabalho duro e seu compromisso com a causa vai continuar a contribuir para o bem da nossa nação.

Eu também quero agradecer a Ann, o amor da minha vida.  

Ela seria uma primeira dama maravilhosa. Ela – ela tem sido isto, e mais ainda, para mim e para nossa família, e para as muitas pessoas que ela tem tocado com a sua compaixão e seu cuidado.

Eu agradeço a meus filhos pelo incansável trabalho em favor da campanha e agradeço as suas esposas e filhos por encontrar compensações enquanto seus maridos e pais passavam tantas semanas longe de casa.

Eu quero agradecer a Matt Rhoades e a dedicada equipe de campanha que ele conduziu.

Eles fizeram um esforço extraordinário não somente para mim, mas também para o país que nós amamos.

E para vocês aqui esta noite, e para a equipe em todo o país – os voluntários, os que levantaram fundos, os doadores, os representantes – não acredito que tenha existido tamanho esforço em nosso partido que possa ser comparado ao que vocês fizeram nesses últimos anos. Obrigado a vocês.

Obrigado por todas as horas de trabalho, pelas ligações, pelos discursos e comparecimentos, pelos recursos e pelas orações. Vocês deram o mais profundo de vocês e de forma magnífica. E vocês nos inspiraram e nos fizeram humildes. Vocês se saíram melhor do que imaginamos.

A nação, como vocês sabem, esta num momento crítico. Não podemos nos arriscar com querelas partidárias e encenação política. Nossos lideres, sejam de qualquer partido,  têm que se comprometer a trabalhar para o povo.

E nós cidadãos, também temos que estar à altura de nossas responsabilidades. Olhamos por nossos professores e mestres, nós contamos com vocês não só para ensinar mas também para inspirar em nossas crianças uma paixão por aprendizado e  descobertas.

Nós olhamos por nossos pastores e padres e rabinos e conselheiros de todos os tipos, para testemunhar os princípios duradouros sobre os quais nossa sociedade é edificada: honestidade, caridade, integridade e família.

Nós olhamos por nossos pais, porque em última análise tudo depende do sucesso de nossos lares.

Cuidamos dos que criam empregos de todos os tipos. Contamos com vocês para investir, empregar, dar um passo a frente.

E nós cuidamos dos democratas e republicanos no governo em todos os níveis, para priorizar o povo e não a política.

Eu acredito na América. Eu acredito nos americanos. 

E eu me candidatei a essas eleições porque estou preocupado com a America. Essa eleição terminou, mas nossos princípios perduram. Eu acredito que os princípios sobre os quais essa nação foi fundada são o único guia seguro para uma economia ressurgente e para uma grandeza renovada.

Como muitos de vocês, Paul e eu deixamos tudo pra trás. Demos tudo de nós para essa campanha.

Eu queria tanto – queria tanto ter sido capaz de preencher nossas esperanças para conduzir o país por uma direção diferente, mas a nação escolheu outro líder. E então, Ann e eu, nos juntamos a vocês para honestamente rezar por ele e por essa grande nação.

Obrigado e Deus abençoe a America. Vocês são os melhores. Muito obrigado mesmo. Obrigado, obrigado a vocês.

8 novembro, 2012 às 12:41

Tags:

Categoria: Artigos

Comentários (2)

 

  1. Rodrigo disse:

    Muito elegante mesmo. Foi por pouco em Mafra. Agora mais 4 anos de Bobama destruindo o maior feito do ser humano até hoje. Os EUA.

    • claudiomafra disse:

      Pois é, mesmo um tanto desmoralizado entre os próprios liberais o cara conseguiu vencer. Isto dá a medida da polarização no país. Os votos dele foram dos políticamente corretíssimos: jovens ( já faz muitas décadas que estão na “vanguarda”), negros, hispânicos (sofredores nas mãos culpadas dos conservadores), as mulheres ( feminismo, aborto, oprimidas pelos homens), e não sabemos oficialmente sobre os gays porque não existe estatística, mas também politicamente super corretos, o que não deixa dúvida sobre de que lado ficaram. Os impiedosos brancos (os wasps), votaram no Romney.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *