1) Os fascistas ganhadores do prêmio Nobel da PAZ que apoiam a Argentina 2) Custos trabalhistas disparam na China (artigo da Claudia Trevisan – Estadão)- quanto tempo vai levar para a China se dividir em outros países? comentários do blog

OS TOTALITÁRIOS VENCEDORES DO NOBEL DA PAZ EXERCITAM O SEU FASCISMO:
 
Vencedores do Nobel pedem que Reino Unido dialogue com a Argentina

DA EFE, EM BUENOS AIRES

Um grupo de seis vencedores do Prêmio Nobel da Paz iniciou uma campanha internacional para reivindicar ao Reino Unido que aceite dialogar com a Argentina pela soberania das Ilhas Malvinas, anunciou nesta terça-feira em Buenos Aires um deles, o argentino Adolfo Pérez Esquivel.

 

Além de Esquivel (1980), a irlandesa Mairead Corrigan (1976), o sul-africano Desmond Tutu (1984), a guatemalteca Rigoberta Menchú (1992), a americana Jody Williams (1997) e a iraniana Shirin Ebadi (2003) reivindicaram em carta ao primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, que revise a posição “de não dialogar neste tema”. O QUE ACONTECE É QUE NÃO EXISTE O QUE DIALOGAR. OS HABITANTES DAS ILHAS FALKLANDS NÃO  QUEREM NEM OUVIR FALAR EM  TROCAREM SUA CIDADANIA BRITÂNICA PELA PORCARIA DE SEREM ARGENTINOS. POR QUE ESSE CARAS, GANHADORES DESSE PRÊMIO ESQUERDISTA, UM PRÊMIO PARA O POLITICAMENTE CORRETO, NUNCA FALAM EM CONSULTAR QUEM MORÁ LÁ ??? Existe totalitarismo maior ? Os moradores das ilhas chegaram em 1833!!! Os inglêses não se apoderaram das ilhas há 50 anos atrás ! São quase 200 anos ! Que espécie de diálogo pode haver ? Combinar que daqui há 30 anos a Argentina vai ser a dona das Ilhas ? Volto a perguntar: Os ilhéus não têm que ser consultados ? Claro que  sim, mas eles querem enviar os argentinos para lá, e pronto. Por que não fazem eleições entre Inglaterra e Argentina? Esses Nobeis  são sempre anti-ocidente, anti civilização, e não se incomodam com mais nada. Pensam em  resolver apenas de governo para governo, o que é o cúmulo do fascismo. E seus argumentos não são argumentos. São infantilidades : É néo- colonialismo em pleno século XXI ; as ilhas estão mais perto da Argentina. Ah, existem outros: A Inglaterra é forte e a Argentina é fraca. A Inglaterra é rica e a Argentina é pobre. A Inglaterra está na Europa e a Argentina na simpática América Latina.

 

Agora eu vou colocar um monte de territórios  no Caribe que AINDA são propriedade de outros países.Por que os Nobeis não se incomodam com eles ? Por que não exigem sua independência, ou que sejam propriedade do México, ou da Venezuela, ou qualquer outro país que esteja perto deles ? E a respeito do “colonialismo”? Vamos lá, comecem a gritaria. Por que só as Falklands?

 

Territórios

Ilhas Cayman (colônia britânica)

Ilha Navassa, refúgio de vida selvagem pertencente aos EUA

Porto Rico (território livremente associado aos EUA

Anguila (colônia britânica)

Antilhas Holandesas (parte da Holanda)

Aruba (parte da Holanda)

Guadalupe (departamento ultramarino da França)

Ilhas Virgens (parte dos EUA, parte do Reino Unido)

Martinica (departamento ultramarino da França)

Montserrat (colônia britânica)

Outras ilhas

  • Bermudas (colônia britânica)
  • Turks e Caicós (colônia britânica)

 

CONTINUANDO COM O ARTIGO DOS NOBEIS:

 

A campanha, da qual também participam escritores e dirigentes sociais, é lançada às vésperas do 30º aniversário do início da guerra que Argentina e Reino Unido disputaram pela soberania do arquipélago do Atlântico sul. Sim, escritores, intelectuais, todo mundo de esquerda. Por que não se preocupam com Cuba e fazem um manifesto monstro contra a tirania que não acaba nunca ?

 

“O descumprimento por parte do Reino Unido das resoluções das Nações Unidas, a falta de vontade para dialogar com um país democrático e com vocação de paz e a instalação e manutenção de uma base militar nas Malvinas põem em sério risco a paz e a convivência nesta parte do mundo”, assinala a carta dos vencedores do Nobel.  “Descumprimento das resoluções das Nações Unidas” Argumentar com Resolução da ONU é má fé, e tem como objetivo impressionar quem não sabe que a imensa, a quase totalidade do PLENÁRIO das Nações Unidas é composta de países africanos, asiáticos, terceiro-mundistas, todos eles votando contra o mundo civilizado. Se propuserem amanhã para o plenário da ONU a retirada de Israel do Oriente Médio, a proposta vai ganhar por larga margem (Não estou brincando). Se propuserem que o Brasil divida o pré-sal entre as nações mais pobres do mundo, vai PASSAR com facilidade. Ficaram surpresos ? Por isso mesmo é que existe o Conselho de Segurança da ONU, esse sim, um orgão responsavel, aquele que realmente manda. “Sempre que eu ouço esse negócio de Resolução da ONU levo a mão à minha Luger”  -como diria Goebbels. Agora vocês me pegaram! O fdp é um nazista!!! Adora Hitler! Não é isso. Acontece que acho essa expressão maravilhosa, porque mostra reação imediata.  Mas seu autor a usou em um contexto que não conheço, embora saiba que tem alguma coisa a ver com cultura.

 

O documento adverte ainda para o “constante reforço e a realização de manobras militares aeronavais” nas ilhas, um assunto denunciado pelo governo argentino perante as Nações Unidas. As ilhas são inglêsas, e a Inglaterra não quer ser apanhada de surpresa outra vez.  O deslocamento da força-tarefa até as Falklands, em 1982, foi um feito militar, tamanha a distância, e teve um custo altíssimo. Com tanta desgraça pelo mundo afora e esses Nobeis vão se incomodar logo com as maravilhosas ilhas onde seu povo vive feliz da vida há quase 200 anos.

 

“Nas Malvinas há 1,5 mil soldados da Otan e uma base militar. Deveria ser uma zona desmilitarizada”, destacou Esquivel durante uma entrevista coletiva com correspondentes estrangeiros em um hotel de Buenos Aires. Por que, desmilitarizada ? Esquivel é argentino, nem deveria estar nessa comissão de Nobeis fascistas. Vamos procurar um Nobel inglês ( que não seja de esquerda) e também colocar na Comissão. Nossa, agora me lembrei da Comissão da Verdade, aonde só vão fazer parte os parentes dos desaparecidos do lado da guerrilha, todos com ampla assessoria da corja petista.

 

DIÁLOGO

Os criadores da iniciativa, da qual também participa o escritor uruguaio Eduardo Galeano, solicitam que o Reino Unido cumpra as resoluções da ONU para dialogar com a Argentina e lembram “que na atualidade a região latino-americana e o Caribe constituem um território de paz e prosperidade”. Só faltava essa. Eduardo Galeano é o autor da bíblia do idiota latino-americano ” As veias abertas da América Latina”, um livro de um primarismo que chega a doer, onde todos os males do que acontece no continente são culpa dos malditos ianques. Vejam o meu artigo clicando em cima do título: A Foto

 

“Esta chamada ao diálogo e à negociação também foi realizada por distintas instâncias da comunidade internacional, organismos internacionais regionais e organismos multilaterais”, sustentam. Claro, arrumar isso é facílimo. Deve ter um monte de ONGs nessa historia. Gente, não houve argentino expulso das ilhas, e os súditos da Rainha que moram lá são felicíssimos. Querem levá-los a viver em um campo de concentração argentino ? Por falar nisso, como é que vocês pensam que depois de um certo tempo os hermanos tratariam essa gente? Mesmo que seja daqui há 30 anos, qual seria o tratamento dado aos descendentes deles ?

 

Esquivel explicou que a campanha envolverá ações em diferentes países e esclareceu que não se trata de uma campanha “contra a Grã-Bretanha”, mas para “derrubar os muros da intolerância” e “abrir um espaço de diálogo”. Que “muros de intolerância” ? O que Esquivel chama de intolerância é a recusa da Inglaterra em não entregar as ilhas – que são inglêsas – para o horror argentino.  No “diálogo”, proposto pelos nobeis-petistas, o que menos importa é o que pensam os que moram lá desde 1833.

                                                 Esta é a faca gurkha chamada  KUKRI

No próximo dia 2 de abril se completam 30 anos do início da Guerra das Malvinas, que terminou em 14 de junho de 1982 com 900 mortos em ambos lados e com a rendição das tropas argentinas que invadiram as ilhas. Essa rendição não foi normal, daquele tipo que se respeita, porque mostrou os generais argentinos despreparados e medrosos. Sem duvida havia uma disparidade de forças a favor da Inglaterra, mas o capitão Astiz (acusado de ser torturador), se rendeu nas ilhas Georgia sem dar um só tiro, o que foi muito comentado na época. Eu me lembro bem que nos navios inglêses estavam vindo os legendários gurkhas (originários do Nepal), considerados os melhores soldados do mundo, antes das recentíssimas Forças Especiais americanas. Esses guerreiros natos eram  famosos pela destreza com a mortífera faca chamada Kukri. Comandar os gurkas era uma grande honra para um oficial inglês. Bem, os argentinos para se contraporem aos gurkas inventaram “el machadero” e criaram um cartaz com um argentino usando um longo facão, o que foi bem ridículo.

 

NOTA: No dia 4 de abril estou viajando para as Falklands.

 

 

2) CUSTOS TRABALHISTAS DISPARAM NA CHINA (artigo da Claudia Trevisan- Estadão) comentários do blog

 

 

Esta foto da Reuters é a cara da China:  “Exilado tibetano ateia fogo ao corpo em protesto contra a visita do presidente chinês, Hu Jintao, à Índia. Nos últimos meses, monges tibetanos têm usado o mesmo recurso para protestar contra a presença chinesa no Tibete. Pequim reprimiu os protestos. O manifestante foi levado a um hospital com graves queimaduras.” Com a inevitavel democratização a China vai se esfacelar em muitos outros países, da mesma forma que a URSS. Quem viver verá.

 

A respeito do artigo:

Eu nem acredito!  Sempre imaginei que a China, de acordo com a informação de toda a imprensa, aqui e no exterior, os articulistas, e escambau, fosse ser a primeira nação do mundo, ultrapassando os Estados Unidos rapidinho! Agora chegam TODOS OS DIAS, essas notícias catastróficas de que as coisas começam a ficar diferentes. Até o chefão chinoca disse que o país corre o risco de uma nova Revolução Cultural! Essa declaração extraordinária não foi comentada pela mídia!!! Para os que não sabem, a revolução mais maluca da história quase destruiu o país e,  por milagre, o exército passando por cima de Mao restabeleceu a ordem.  Como disse o Duque de Wellington a respeito de Waterllo: ” aquilo foi por um triz”.

 

O terremoto durou 10 anos, mas nos primeiros 2 anos os prejuízos foram incalculáveis em fome, mortes, miséria, crimes. Barbarismo puro.

   

Ontem tivemos uma ótima matéria da Cláudia Trevisan, excelente reporter, ex-amiga, e a única (o) brasileira que gosta de morar naquela lata de lixo. Segue na mesma linha de revelação dos problemas chinêses. Engraçado, tenho a impressão que venho escrevendo sobre esse absurdo sonho esquerdista da China senhora do mundo há muito, muito tempo, e tudo que eu disse começa a acontecer. Ah, o blog profético! A China JAMAIS SERÁ a primeira potência mundial. E com o caminhar dos anos vai estar completamente desfigurada. Esta China, arrogante, que recebe as reverências de todos, a começar do rei dos pedidos de desculpas, o moleque Obama, está começando sua curva descendente. 

  

Leiam a reportagem da Cláudia:

 

Custos trabalhistas disparam na China

 

Pesquisa da Câmara Americana de Comércio mostra que o país começa a perder sua vantagem comparativa por causa do aumento dos salários

 

27 de março de 2012 | 7h 44

CLÁUDIA TREVISAN, CORRESPONDENTE / PEQUIM – O Estado de S.Paulo

A China começa a perder sua vantagem comparativa em razão do aumento de custos trabalhistas, na opinião de 89% dos dirigentes de 390 empresas norte-americanas que operam no país, revelou pesquisa anual sobre ambiente de negócios realizada pela Câmara Americana de Comércio (Amcham).

 

Na comparação com os resultados do ano passado, o levantamento mostrou redução do otimismo em relação à perspectiva de crescimento da segunda maior economia do mundo. A maioria espera alta em seus lucros, mas em ritmo inferior ao registrado em 2011.

 

A desaceleração do crescimento chinês continua a aparecer em primeiro lugar no ranking de principais riscos diante das organizações, mas a preocupação se aprofundou, com o porcentual de menções passando de 31% em 2011 para 46% agora. Em segundo lugar está o temor de perda de fôlego da economia global, apontado por 40% dos entrevistados – em 2011 o índice era de 27%.

 

Mas o maior aumento porcentual ocorreu na preocupação com a elevação dos custos trabalhistas, que saltou de 23% para 39% e elevou o item à terceira posição no ranking de riscos, à frente do aumento do protecionismo. nota do blog: Ah, estão começando a topar com os benefícios sociais, salários mais altos, em suma, aqueles problemas que até agora a ditadura chinesa resolvia com a maior facilidade na ponta da baioneta.

 

Salários sobem, “A China está ficando mais cara”, disse ao Estado João Lemos, gerente-geral da brasileira Embraco, que desde 1995 produz no país compressores para refrigeração. Segundo Lemos, os salários de seus cerca de 2.500 funcionários aumentaram em média 9% ao ano nos últimos três anos e a expectativa é que continuarão em elevação.

 

A China está perdendo suas vantagens comparativas em “algum grau” para 76% dos entrevistados e em “elevado grau”, na opinião de 13%, em um total de 89%. Na avaliação da Amcham, essa é uma das prováveis razões para menos empresas escolherem a China como o destino prioritário de seus investimentos.

 

Do ponto de vista de negócios estrangeiros, há mais riscos a ser considerados ao investir na China do que antes, diz a pesquisa, mencionando a inflação e o aumento de salários entre as maiores preocupações.O porcentual de empresas para as quais a China é a prioridade número um em sua estratégia de investimentos globais caiu de 31% para 20% entre 2011 e 2012. Para 58%, o país está entre as três principais prioridades -no ano passado esse porcentual era de 47%.

 

Pela primeira vez a Amcham perguntou a seus associados se a elevação dos custos trabalhistas está afetando as operações suas operações na China e 82% responderam que sim.

 

A importância do mercado interno é crescente e 66% das empresas afirmaram que produzem serviços e bens para serem vendidos na China, comparados a 58% em 2010 e 61% no ano passado.

 

 

28 março, 2012 às 19:23

Tags:

Categoria: Artigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *